Especialistas da Microsoft fazem análise técnica no site do TJDFT após ataque hacker
Ataque Hacker ou Serviço fora do ar

Especialistas da Microsoft fazem análise técnica no site do TJDFT após ataque hacker

O TJDFT reiterou que não houve comprometimento da base de dados dos sistemas judiciais devido ao ataque hacker

2 Minutos de Leitura

O TJDFT sofreu um ataque hacker no último domingo, segundo informações do próprio órgão, que afirmou ter detectado atividade maliciosa no acesso ao datacenter na madrugada de domingo. As equipes de cibersegurança do Tribunal realizaram contenções de forma a preservar os sistemas judiciais e administrativos, e todas as suas bases de dados. Contudo, por cautela, o site e demais sistemas acabaram desligados para que se realizem as atividades de remediação e investigação e continuam desligados até o momento de apuração desta matéria.

Dessa forma, nesta terça-feira (2), o TJDFT informou que os sistemas ainda não foram retomados devido a um trabalho de análise técnica minuciosa em toda rede do tribunal, que está sendo realizado em conjunto com especialistas em cibersegurança da Microsoft.

Portanto, segundo o órgão, toda a equipe técnica segue trabalhando de forma ininterrupta no sentido do restabelecimento dos serviços o mais rapidamente possível, priorizando os sistemas judiciais e os acessos externos. O TJDFT reitera que não houve comprometimento à base de dados dos sistemas judiciais, os quais serão restabelecidos tão logo haja segurança no ambiente tecnológico.

TJDFT é vítima de ataque hacker na madrugada do último domingo, 31. Entenda
Ilustração

Ataques a órgãos governamentais vem se tornando comuns

O ataque hacker ao TJDFT não é o primeiro sistema do Governo Federal que é vítima de hackers. Vale lembrar que em dezembro de 2021 o ConectUS também sofreu com ações externas. Essas, por sua vez, acabaram causando impactos nos impactos no e-SUS Notifica e no Programa Nacional de Imunização (SI-PNI).

Após o ocorrido, a população ficou sem meios para acessar os dados sobre a vacina contra Covid-19. O ataque teve autoria assumida pelo grupo Lapsus$ Group. Conforme divulgou a Agência Brasil, os dados dos sistemas invadidos foram copiados e excluídos.

Ainda de acordo com a agência pública de notícias brasileira, o Ministério da Saúde chegou a confirmar as informações por meio de uma nota:

“O Ministério da Saúde informa que, na madrugada desta sexta-feira (10), sofreu um incidente que comprometeu temporariamente alguns sistemas da pasta, como o e-SUS Notifica, Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI), Conecte SUS e funcionalidades como a emissão do Certificado Nacional de Vacinação Covid-19 e da Carteira Nacional de Vacinação Digital, que estão indisponíveis no momento.”

Além do ConectUS, outra vítima foi o Tribunal Regional Federal (TRF3), cuja jurisprudência é nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Na época, o TRF3 afirmou que apesar do caso, não houve “comprometimento dos dados armazenados”.

Entretanto, o ataque também acabou afetando a página da instituição. Além disso, o assunto repercutiu nas redes sociais, onde várias pessoas falaram sobre a situação e as dificuldades por causa da indisponibilidade dos serviços do Tribunal na ocasião.

Gostou da novidade? Compartilhe com seus amigos e deixe sua opinião nos comentários!


Fórum de Programação para Iniciantes - Tire Todas as suas Dúvidas

Começando Agora na Programação? Tire todas as suas dúvidas no PB Overflow, nosso Fórum de Programação para Iniciantes (CLIQUE AQUI)


Sobre o Autor(a)
Jornalista, sonhadora e apaixonada por contar história de pessoas para pessoas. Além de ser extremamente curiosa, meu entretenimento é adquirir conhecimento. Atualmente sou graduada em jornalismo com inglês avançado e muitos sonhos, além de atuar, em tempo integral, em um plano infalível de me aperfeiçoar e crescer cada vez mais :)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Últimas Notícias