Depois de Brasília, Belo Horizonte, João Pessoa e Porto Alegre já podem ativar conexão 5G
Internet 5G

Conexão 5G chega à capital paulista nesta quinta-feira, 4. Saiba mais

Liberação começa mais de um mês antes do previsto

2 Minutos de Leitura

Mais uma cidade já está apta a receber a conexão 5G. Agora é a vez das prestadoras de São Paulo ativarem as estações com a faixa 3,5 GHz de 5G, a partir desta quinta-feira, 4.

Até a última terça-feira, 2 de agosto, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já havia recebido 1.378 pedidos de licenciamento. O número é quase o triplo de antenas previstas para instalação no município este ano.

De acordo com as regras do edital, seriam necessárias, no mínimo, 462 estações ativadas até o dia 29 de setembro.

A maior concentração de antenas está no Centro Histórico da cidade de São Paulo, na região da Avenida Paulista e no Itaim Bibi. Em contrapartida, os bairros da Aclimação, Mooca e Brás são os que terão menos cobertura, ao menos no início do processo.

Segundo MCom, 16 capitais brasileiras já podem operar o 5G em julho. Entenda
Liberação da conexão 5G acontece de forma antecipada em algumas localidades (Foto: Divulgação)

Outras capitais brasileiras já receberam a conexão 5G

Com a decisão, São Paulo se une a outras capitais que já tiveram o início das operações 5G antecipado, como Belo Horizonte (MG), João Pessoa (PB) e Porto Alegre (RS). Além delas, Brasília também já recebeu o 5G, no dia 6 de julho.

De acordo com o cronograma definido no edital 5G, a partir do dia 29 de agosto será feita a liberação da tecnologia nas capitais dos estados. Mas isso pode ocorrer de forma antecipada, assim como foi em Brasília, João Pessoa, Porto Alegre, Belo Horizonte e São Paulo.

Segundo as informações divulgadas pela Anatel ao Programadores Brasil, o uso antecipado pode ser liberado caso sejam atendidas as condições necessárias.

Para outras localidades, está previsto o seguinte cronograma:

  • 1º de janeiro de 2023: nos municípios brasileiros com população igual ou superior a 500 mil habitantes;
  • 30 de junho de 2023: nos municípios brasileiros com população igual ou superior a 200 mil habitantes e em pelo menos 25% dos municípios brasileiros com população de até 30 mil habitantes;
  • 30 de junho de 2024: nos municípios brasileiros com população igual ou superior a 100 mil habitantes e em pelo menos 50% dos municípios brasileiros com população de até 30 mil habitantes;
  • 30 de junho de 2025: em pelo menos 75% dos municípios brasileiros com população de até 30 mil habitantes;
  • 1º de janeiro de 2026: nos demais municípios.

Receba as Vagas TI e Notícias de Tecnologia em seu Celular

Siga o Programadores Brasil no Google Notícias (CLIQUE AQUI) para receber Vagas de Ti e Notícias de Tecnologia em seu Celular.


Sobre o Autor(a)
Jornalista e redatora, com experiência em SEO e Webwriting. Extremamente curiosa, gosto de explorar diferentes assuntos e vivenciar novas experiências. Nascida na Baixada Fluminense do Rio de Janeiro e apaixonada por escrita, literatura e por boas histórias.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Últimas Notícias