Coinbase quer expandir atuação no mercado europeu. Saiba mais
Criptomoedas

Coinbase quer expandir atuação no mercado europeu. Saiba mais

A empresa está em processo de expansão na França, Itália, Espanha e Holanda

2 Minutos de Leitura

 A exchange de criptomoedas Coinbase Global Inc disse nesta sexta-feira que busca se expandir em alguns mercados europeus, mesmo que o mercado de ativos digitais continue passando por uma desaceleração.

A empresa está em processo de expansão na França, Itália, Espanha e Holanda, disse em um post no blog, acrescentando que pretende lançar seus produtos de varejo, institucionais e de desenvolvimento em todos esses mercados. Em junho, a Coinbase cortou 1.100 empregos, constituindo quase 18% de sua força de trabalho.

Segundo criador da Dogecoin, 99,9% das criptomoedas vão cair a zero. Entenda

Mercado em baixa, é a hora de parar de investir em Bitcoin? Veja o que dizem especialistas

O Bitcoin começou a apresentar queda de valor nas últimas semanas. Mas será que é a hora de parar de investir no ativo?

De acordo com o trader de criptomoedas especialista em mercado futuro, Will Vanderely, não. Segundo ele, o atual preço do ativo configura um cenário raro, mas que pode configurar apenas uma oscilação do mercado.

Bryan Malvezzi, também trader de criptomoedas, concorda. “Na verdade, os grandes milionários desse mercado compram nos momentos de correção, quando preço está lá embaixo e todos desacreditam na alta do ativo, assim que começa a reverter a tendência surfam lucros astronômicos, diferentemente de quem compra lá no topo na euforia e participa da queda. Existem indicadores e técnicas de análise para entender esses possíveis topos e fundos do mercado.”

Especialistas alertam sobre os cuidados ao investir em Bitcoin e outros ativos

Vanderely aposta numa futura alta do ativo. “É muito incerto, porém sabendo o propósito do Bitcoin e olhando a economia global, temos projeções para bater acima de 100 mil dólares por unidade em, pelo menos, 2 anos.

Mas, enquanto isso não acontece, uma alternativa é apostar no Ethereum, que, segundo o especialista, é um ativo que vem seguindo passo a passo o caminho do Bitcoin. “Uma segunda opção é o Altcoin, com grande potencial de crescimento”.

Malvezzi complementou que, em momentos de correção, a melhor opção é investir em ativos mais sólidos.

“Quando falo sólido no mercado cripto me refiro a ativos bem fundamentados, já aceitos, que tem uma grande capitalização de mercado. Esses ativos tendem a desvalorizar menos nas correções. Muito cuidado pois a grande maioria dos novos projetos não consolidados podem não se recuperar ou simplesmente desaparecer nesse inverno cripto”, aconselhou.

Já Vanderely destacou que é importante respeitar o ciclo do mercado, entender o cenário global e estudar e só então, tomar decisões antes de comprar um ativo.


Receba as Vagas TI e Notícias de Tecnologia em seu Celular

Siga o Programadores Brasil no Google Notícias (CLIQUE AQUI) para receber Vagas de Ti e Notícias de Tecnologia em seu Celular.


Sobre o Autor(a)
Jornalista, sonhadora e apaixonada por contar história de pessoas para pessoas. Além de ser extremamente curiosa, meu entretenimento é adquirir conhecimento. Atualmente sou graduada em jornalismo com inglês avançado e muitos sonhos, além de atuar, em tempo integral, em um plano infalível de me aperfeiçoar e crescer cada vez mais :)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Últimas Notícias