como vencer a procrastinação
Resenha de Programador

Como vencer a procrastinação

A sensação de conquista ao completar um objetivo e a disciplina nos dão motivação para fazer cada vez mais

4 Minutos de Leitura

Muitas coisas nos levam a procrastinar: falta de motivação, ansiedade, medo de errar, depressão, obstáculos etc. Os obstáculos que acreditamos que existem podem tornar a dificuldade das nossas tarefas maiores que realmente são, ou pelo menos é assim comigo, mas a sensação de conquista de ver uma tarefa entregue, é algo que me motiva a seguir e a vencer a procrastinação.

O que me leva a procrastinação?

Como eu não posso falar por todas as pessoas e também não sou um especialista no assunto, vou falar a partir do meu ponto de vista sobre o assunto. O que geralmente me leva de novo para essa situação é um mix de coisas, mas principalmente é o medo de não ser capaz de programar algo por nunca ter feito este tipo de tarefa.

Outro ponto que também me atrasa muito é quando o código começa a dar erros e então o processo de debugar também pode me trazer ansiedade quando fico um tempo sem encontrar a solução.

Outro ponto que também contribui, é quando o tempo para a entrega da tarefa é grande, o que me faz acreditar que serei capaz de entregar mais pra frente e então priorizo outras coisas. O problema de ser capaz entregar coisas em cima da hora é que se torna um hábito e nem sempre seremos capazes de fazer algo em pouco tempo.

Como combato a procrastinação?

Por eu ser meu maior obstáculo neste problema, comecei a ficar atento aos sinais que estou evitando fazer algo: procurando vídeos para ver, resolvo fazer outra tarefa que estava enrolando para fazer, pego algo para comer, ou simplesmente a sensação de ansiedade que sinto quando penso que devo fazer algo. Esses são alguns sinais que me fazem perceber que estou procrastinando e saber os seus sinais é o primeiro passo para evitar procrastinar.

Eu passei a perceber que também sempre deixava as coisas para serem feitas num “horário certo”. Por exemplo, às 10h da manhã, eu pensava que estava muito perto da hora do almoço e eu iria precisar parar para fazer o almoço, então eu teria pouco tempo para trabalhar naquela tarefa e seria melhor deixar para depois.

Na realidade, ainda faltavam 2h para a hora do almoço e, esse tempo que eu desperdiçava, poderia ter trabalhado na minha tarefa um pouco e já estaria mais perto de terminá-la. Muitas vezes essa espera pelo “horário certo” acabava sendo cada vez mais adiada e, nesse processo, eu perdia um dia inteiro.

Para vencer a procrastinação desses tipos, se organize: separe um horário do seu dia para trabalhar na tarefa que precisa entregar ou estudar o que você precisa aprender e se concentre somente nisso por um período de tempo, seja por 1h ou 2h, o quanto conseguir.

Então você pode tirar um intervalo para descansar e, quando este tempo terminar, parta para a próxima tarefa ou então retome a que você estava fazendo antes. Este é a famosa técnica pomodoro de organização de tempo.

Para quebrar rotinas ruins, precisamos de disciplina e nos programar a simplesmente fazer as coisas que precisamos fazer, nos mesmos horários de sempre, o que pode tornar mais fácil o dia a dia, por ser tornar uma rotina e passar a ser feito de forma mais automática.

Quebrar tarefas grandes em várias pequenas tarefas também é uma outra grande maneira de vencer a procrastinação, já que ao chegar a um objetivo, ganhamos confiança e motivação para correr atrás do próximo. Imagine que você precisa mostrar uma tela com tabelas e dados complexos.

Se você for fazer do zero, se torna uma tarefa enorme e potencialmente cansativa, o que pode nos levar a enrolar a fazer aquilo. Porém, ao separar em tarefas menores como fazer a query, criar a versão básica de tela, mostrar o resultado da query na tela, melhorar visualmente a apresentação dos dados etc., são todas tarefas que você provavelmente já fez, o que nos dá confiança que será possível de ser feito, e cada item da lista de coisas a se fazer que vai sendo tirado da lista, a sensação de conquista vai trazendo a motivação necessária para terminar.

Por fim, outra forma que aumentou minha produtividade e evita procrastinação para mim é definir objetivos do dia. Dentre todas as coisas que preciso fazer, tento pensar nas que têm a maior prioridade e defino que neste dia eu preciso terminar algumas delas, a depender do quanto tempo eu tenho disponível e do tamanho da tarefa.

Isso evita aquele pensamento de que tenho muito tempo ainda para fazer aquilo e aumenta minha disciplina e minha sensação de objetivo concluído diariamente.

Eu quero também destacar que não precisamos ser produtivos 100% do tempo, às vezes nem 70% do tempo, na verdade! Precisamos descansar, nos alimentar, encontrar, conversar e nos divertir com pessoas que amamos, fazer nossos hobbies, cuidar de nossas casas etc.

A sensação de culpa por não estar fazendo o suficiente também é um grande problema para pessoas ansiosas e sou contra essa mentalidade de produtividade o tempo inteiro. O ócio ajuda na criatividade, nos ajuda a trabalhar melhor e a vida não é trabalho apenas, é muito muito mais do que isso.

Veja também outros textos da nossa Resenha de Programador, como as dicas para programar em 2022, este sobre síndrome do impostor e outro em que eu respondo se é difícil ser programador ou não.


Usa TELEGRAM?!

Venha participar do nosso Grupo Exclusivo de Ofertas e Descontos do Programadores Brasil. Aqui você encontra os melhores preços para Notebooks, Celulares, Tablets, Headsets e eletrônicos em geral! Acesse: https://t.me/progbrasilcupons https://t.me/progbrasilcupons


Sobre o Autor(a)
Desenvolvedor Full-stack em construção que gosta de ler sobre novidades do mundo da tecnologia

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Últimas Notícias