Utilitários

CEO da Sony acredita que celulares podem superar as câmeras DSLR. Entenda

-

Uma das razões para essa mudança seria o aprimoramento contínuo da saturação quântica, além do processamento via IA

Câmeras de smartphones e DSLRs vêm se movendo em direções opostas nos últimos anos, pois a qualidade da imagem dos telefones têm superado cada vez mais as tradicionais câmeras de vídeo.

Especialistas em tecnologia, como a Sony, por exemplo, acreditam que até 2024, os celulares devem substituir as câmeras DSLR por superar a qualidade de imagem ILC. Para esclarecer, a sigla ILC inclui tanto as câmeras mirrorless quanto as mais antigas DSLR. A previsão para essa substituição é de Terushi Shimizu, presidente e CEO da Sony Semiconductor Solutions.

Uma das razões para que essa mudança ocorra seria o aprimoramento contínuo da saturação quântica, além do processamento via Inteligência Artificial. Além disso, a Sony leva em conta que os sensores equipados em aparelhos topo de linha vão aumentar daqui dois ou três anos. Dessa forma, as fabricantes terão espaço para implementar modos Super HDR aprimorados e zooms com combinação óptica dobrada, que usam algoritmos de IA melhorados.

Mas, outros avanços similares também devem estar chegando em breve no mercado, no que diz respeito à gravação de vídeo. No entanto, é preciso levar em conta o suporte para vídeos 8K e “técnicas de vídeo computacional”.

Por outro lado, essas suposições que colocam fim às câmeras DSLR não vêm de agora. Como é o caso da Canon e Nikon que já pararam de fabricar alguns modelos nesse formato, como a Nikon D3500. Indo no percurso contrário, a Sony deixa claro que ainda tem muito chão para percorrer com relação às câmeras de celular.

Slide do ‘Imaging & Sensing Solutions’ da Sony, retirado da 
apresentação completa. (Imagem: Sony Semiconductor Solutions Corporation)

Segundo dados divulgados pelo Statista, apenas a Sony é responsável por abastecer 42% do mercado global de sensores de imagens para smartphones. No entanto, não é possível saber se essa alta de status fotográfico dos celulares vai mesmo ocorrer até 2024, como prevê o especialista. Isso porque tanto a tecnologia de sensores quanto de aparelhos ainda possuem limites. Mas, o que não faltam são expectativas para tornar o mercado de câmeras mais competitivo daqui poucos anos.

E, você, o que acha das câmeras dos novos aparelhos celulares topo de linha? Deixe sua opinião nos comentários.


Receba as Vagas TI e Notícias de Tecnologia em seu Celular

Siga o Programadores Brasil no Google Notícias (CLIQUE AQUI) para receber Vagas de Ti e Notícias de Tecnologia em seu Celular.

Leia também

Sobre o Autor(a)
Jornalista, criadora de conteúdo e redatora desde 2011. Sou a mineira que veio do interior e que virou carioca por amor. Sempre antenada com o mundo ao meu redor e curiosa por natureza, já aterrissei em diversas editorias e segmentos da comunicação. Mas, a minha paixão mesmo é aquela boa mistura da tecnologia com a informação. Atualmente, pós-graduanda em Gestão Estratégica de Marketing Digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.