Curiosidades da Google

A pedido, Google começa a remover resultados de pesquisa com informações pessoais de usuários. Entenda

Google recebeu dezenas de milhares de solicitações nos últimos anos, tendo aprovado apenas 13% delas

2 Minutos de Leitura

O Google começou a atender aos pedidos das pessoas para remover resultados de pesquisa contendo seus endereços residenciais, números de telefone e contas de e-mail. Esta é a mais recente mudança em sua postura com relação à privacidade pessoal e o acesso à informação.

A ferramenta de busca na internet mais usada do mundo informou nesta quarta-feira (27) que a expansão de suas políticas de remoção em nível global seguiu a crescente demanda de usuários e normas em evolução sobre a ameaça representada pelo fácil acesso a detalhes de contato em resultados de pesquisa.

A pedido, Google começa a remover resultados de pesquisa com informações pessoais de usuários. (Imagem: Reuters/Charles Plates)

“Pesquisas nos disseram que há uma quantidade maior de informações de identificação pessoal que os usuários consideram confidenciais“, disse Michelle Chang, líder de política global para pesquisa do Google, em entrevista à Reuters. “Eles estão cada vez mais relutantes em tolerar esse conteúdo online”, continuou.

Até agora, o Google só aceitava solicitações para remover dos resultados de pesquisa páginas da Web que compartilhavam informações de contato junto com algum tipo de ameaça ou pagamento necessário para remoção. Além disso, a gigante das buscas também removeu links para números de contas bancárias, cartões de crédito, e também registros médicos.

Para esclarecer, o Google recebeu dezenas de milhares de solicitações nos últimos anos, aprovando cerca de 13% delas. No entanto, Chang disse que espera que a taxa de aprovação cresça sob as regras expandidas, que também permitem a remoção de links para credenciais de login confidenciais.

No entanto, as políticas mais antigas do Google já permitem a solicitação da remoção de resultados de pesquisa direcionados a pornografia indesejada e, na Europa, informações pessoais “imprecisas, inadequadas, irrelevantes ou excessivas”. Mas, somente no ano passado, o Google começou a permitir a remoção de fotos de menores.

Além disso, Chang disse que ao avaliar as solicitações sob a política de informações de contato, o Google pretende preservar a disponibilidade de dados de interesse público. Sendo assim , a gigante das buscas também não removerá informações que “apareçam como parte do registro público nos sites do governo ou de fontes oficiais“.

A empresa disse que normalmente processa os pedidos dentro de alguns dias. Mas, as páginas da Web que o Google descarta ainda podem ser acessadas por meio de outros mecanismos de busca ou diretamente. Chang disse, por fim, que os usuários são incentivados a entrar em contato direto com os editores para resolver “a raiz do problema”.

*Com informações Reuters


Usa TELEGRAM?!

Venha participar do nosso Grupo Exclusivo de Ofertas e Descontos do Programadores Brasil. Aqui você encontra os melhores preços para Notebooks, Celulares, Tablets, Headsets e eletrônicos em geral! Acesse: https://t.me/progbrasilcupons https://t.me/progbrasilcupons


Sobre o Autor(a)
Jornalista, criadora de conteúdo e redatora desde 2011. Sou a mineira que veio do interior e que virou carioca por amor. Sempre antenada com o mundo ao meu redor e curiosa por natureza, já aterrissei em diversas editorias e segmentos da comunicação. Mas, a minha paixão mesmo é aquela boa mistura da tecnologia com a informação. Atualmente, pós-graduanda em Gestão Estratégica de Marketing Digital.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Últimas Notícias