BBB 22: Robôs podem decidir quem será o novo ganhador da edição do reality
Entretenimento

BBB 22: programa enfrenta problemas com robôs e algoritmos que interferem nas votações

Não é a primeira vez que o programa sofre com robôs e algoritmos em votações

2 Minutos de Leitura

A grande final do BBB 22 foi na última terça-feira (26). Depois de 100 dias de programa, a edição chegou ao fim e corou o brother Arthur Aguiar como campeão da edição, com 68,96% dos votos.

De acordo com dados divulgados pela Globo, a edição bateu diversos recordes, inclusive marcando a história do programa como maior votação de todos os tempos. Entretanto, esse dado foi contestado pelos internautas, uma vez que a final teve pontos fracos de audiência, chegando a ficar entre as 3 finais de BBB menos assistidas da história, ficando acima da edição do BBB 14 e BBB 19.

Dados refutados

Para especialistas e leigos, a maior evidência de que há mais votos do que os fãs de carne e osso seriam capazes de dar vem das últimas eliminações. Quando o brother Eliezer deixou a casa, por exemplo, a transmissão ao vivo exibiu um total inicial de mais de 400 mil votos por minuto. Posteriormente, esse mesmo número subiu mais ainda, contabilizando um total de 680 mil votos por minuto – uma média de mais de 11.300 votos por segundo.

O surpreendente é que as altas quantidades de votos em um pequeno espaço de tempo coincidiram com a baixa audiência que o reality show da Rede Globo registrou nos últimos dias. O último domingo (24), inclusive, foi o pior em audiência nos últimos dois anos do programa, com apenas 20 pontos.

BBB enfrenta robôs há anos

Apesar da nova polêmica envolvendo a 22ª do reality show mais famoso do país, o problema com os “robôs” é antigo para o BBB. Vale lembrar que em 2018, a Globo passou a exigir que a audiência realizasse um cadastro na plataforma do Gshow . O objetivo com a solicitação era que apenas pessoas reais pudessem votar nos participantes que gostaria de eliminar. A mudança aconteceu devido a uma série de problemas com perfis falsos e mecanismos de votação automática.

Entretanto, apesar da tentativa, pesquisadores e especialistas em tecnologia explicam que um programa de computador poderia facilmente executar um cadastro na plataforma. Dessa forma, o robô poderia votar e ainda passar despercebido pelas barreiras de segurança da emissora.

Pensando nisso, logo após a vitória do participante Arthur Aguiar, diversos internautas reclamaram no Twitter afirmando que o resultado do programa não condiz com o que o público realmente gostaria e reivindicando correções da emissora, como permitir apenas um voto por CPF. 


Usa TELEGRAM?!

Venha participar do nosso Grupo Exclusivo de Ofertas e Descontos do Programadores Brasil. Aqui você encontra os melhores preços para Notebooks, Celulares, Tablets, Headsets e eletrônicos em geral! Acesse: https://t.me/progbrasilcupons https://t.me/progbrasilcupons


Sobre o Autor(a)
Jornalista, sonhadora e apaixonada por contar história de pessoas para pessoas. Além de ser extremamente curiosa, meu entretenimento é adquirir conhecimento. Atualmente sou graduada em jornalismo com inglês avançado e muitos sonhos, além de atuar, em tempo integral, em um plano infalível de me aperfeiçoar e crescer cada vez mais :)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Últimas Notícias