Política

Ucranianos usam drones para lançamento de coquetéis molotov contra russos

Coquetéis molotov são usados numa tentativa de frear avanço russo

1 Minutos de Leitura

Segundo informações veiculadas pelo The New York Post, o exército ucraniano desenvolveu drones para lançamento de coquetéis molotov contra as tropas russas. O objetivo é frear a invasão dos combatentes inimigos.

Basicamente, para fabricação do coquetel molotov utiliza-se uma garrafa, um combustível líquido e um pano, que serve como pavio. No entanto, outros métodos podem ser utilizados.

Depois de acionado, os combatentes lançam o coquetel nas tropas inimigas. E ao sofrer um impacto e estourar, inicia-se o processo químico, onde o líquido interior em contato com materiais inflamáveis provoca algo parecido com uma explosão.

Drones para lançamento de coquetéis molotov ajuda a conter avanço de tropa russa

As Forças de Defesa Territorial da Ucrânia são as responsáveis pelo desenvolvimento do drone. O equipamento conta com quatro hélices, além de um console central, que transporta o coquetel molotov horizontalmente.

No fim de fevereiro, trabalhadores da cervejaria Pravda, em Lviv, no oeste da Ucrânia, passaram a se dedicar à produção de coquitéis molotov. A ação ocorreu já em antecipação a um possível aumento no número de conflitos.

Além disso, instrutores militares ensinam civis a produzir e manusear coquetéis molotov. Os ucranianos também tras via rádio instruções para fabricação da arma.

Neste dia 11 de março o conflito entre Rússia e Ucrânia chega ao seu 16º dia. Inclusive, a Ucrânia recruta voluntários para se juntar a seu exército. Segundo informações da Organização das Nações Unidas (ONU), ao menos 549 civis já morreram e outros 957 ficaram feridos durante a guerra.

Com informações da Uol


Receba as Vagas TI e Notícias de Tecnologia em seu Celular

Siga o Programadores Brasil no Google Notícias (CLIQUE AQUI) para receber Vagas de Ti e Notícias de Tecnologia em seu Celular.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Últimas Notícias