CuriosidadesPolítica

Governo Federal investe em inclusão digital e apoia projetos que oferecem cursos para pessoas em vulnerabilidade social. Confira

2 Minutos de Leitura

Projetos apoiados pelo Governo Federal tem como intuito promover a empregabilidade de pessoas em vulnerabilidade social

O Ministério das Comunicações está investindo em ações de inclusão digital. Só no início desta semana, quatro projetos aprovados promovem iniciativas nesse sentido.

O Ministério conta com a parceria de sociedades civis dos estados de Goiás, São Paulo e Pernambuco para fortalecer ações do programa Computadores para Inclusão, desenvolvido pela pasta. O projeto promove a qualificação profissional para jovens e adultos.

Por meio dos Centros de Recondicionamento de Computadores, os participantes do programa atuam no tratamento de resíduos eletroeletrônicos. Além disso, tem acesso a cursos de capacitação na área de Tecnologia da Informação e oficinas livres.

VEJA TAMBÉM:

Conforme divulgou o Ministério das Comunicações, as entidades parceiras vão receber R$1,99 milhão, integralmente oriundo de emendas parlamentares. A maior parte dos recursos será destinada ao CRC mantido pela entidade Programando o Futuro, de Valparaíso de Goiás (GO).

O espaço receberá R$ 1,15 milhão para formar jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social. Além disso, as entidades promoverão orientações sobre a destinação adequada do lixo eletrônico e como recuperar máquinas doadas. Os aparelhos serão distribuídos nos pontos de Inclusão Digital (PID) apoiados pelo Governo Federal.

[Dica] Curso de Tecnologia da Informação - Tire suas dúvidas
Iniciativa visa a geração de renda na área de Tecnologia da Informação (Foto: Pixabay)

Instituto Campus Party também receberá apoio para investimentos em inclusão digital

Já o Instituto Nova Ágora de Cidadania, de São Paulo (SP), receberá aporte de R$500 mil, para promover iniciativas semelhantes às citadas acima.

Além disso, o MCom anunciou seu apoio ao Instituto Campus Party, de São Paulo. A ideia é promover treinamentos em “tecnologias da transformação digital e cidadania”. As formações serão feitas em comunidades de baixa renda.

As capacitações contarão com laboratórios equipados com ferramentas básicas da eletrônica, mecânica e robótica, adequadas à educação e ao fomento à cultura do empreendedorismo. Para isso, o governo destinou uma verba de R$242,39 mil.

Por fim, o Instituto de Inovação e Economia Circular (IEC), de Recife (PE), receberá R$100 mil para promover uma agenda socioambiental, com uma grade de formações e ciclos de experimentação incentivadas por meio de uma Unidade Móvel. Toda a programação de atividades tem como foco a população em situação de vulnerabilidade social. Dessa forma, o intuito é gerar renda e empregos na área de Tecnologia da Informação.


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Mais Lidas da Semana

Conexão 5G e os sistemas da aviação nos EUA: FAA alerta sobre riscos de interferência. Veja

Diretor de negócios do YouTube anuncia encerramento da divisão de conteúdos originais da empresa. Saiba mais

CNN Brasil se prepara para ingressar no metaverso em 2022. Saiba mais

Marco regulatório para uso de criptomoedas no Brasil pode ser votado no Senado Federal no início de 2022. Saiba mais

BMW iX: lançamento do carro inteligente da marca no Brasil ocorrerá durante live no metaverso. Entenda

Programa de pré-incubação de startups da Samsung tem inscrições abertas até quinta (20)

Startup britânica Bellwether faz primeiro teste de carro voador. Veja

Anatel atualiza lista de celulares 5G homologados. Veja

Metaverso e Web 3.0: especialistas avaliam como esses dois conceitos se relacionam. Confira

Em evento, ministro da Ciência fala sobre futuro da exploração espacial no Brasil. Veja

Sobre o Autor(a)
Letícia de Jesus, 20 e poucos anos. Jornalista e redatora web. Além da redação de conteúdos, flerto com o universo do Marketing Digital e Social Media.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *