Flamengo
Esportes

Flamengo aposta em Realidade Virtual para auxiliar na reabilitação e integração de atletas. Entenda

Fisioterapeuta do clube falou sobre nova tecnologia em entrevista à FlaTV

2 Minutos de Leitura

A estreia do Flamengo nos campos está marcada para o dia 26 de janeiro. Na data, o clube terá uma partida contra a Portuguesa na 1º rodada do Campeonato Carioca. Mas, este ano, o time contará com um reforço especial: o Flamengo usará Realidade Virtual na reabilitação e integração de novos atletas.

O clube é pioneiro no Brasil na adesão da Rezzil, plataforma de Realidade Virtual para desenvolvimento atlético. De acordo com o fisioterapeuta do time, Márcio Puglia, apesar de ser novidade no Brasil, a ferramenta já é muito utilizada no exterior:

“Já é uma coisa que vem sendo aplicada em outros locais pelo mundo. Clubes europeus, como o Arsenal e Manchester, têm utilizado essa plataforma no processo de recuperação dos atletas. Assim como na transição, como é nossa ideia aqui no Flamengo.”

O profissional ainda destacou, em entrevista à FlaTV, que o uso de plataformas de Realidade Virtual no contexto esportivo deve se tornar cada vez mais comum.

Uso de Realidade Virtual no Flamengo auxilia na avaliação da performance dos jogadores

Puglia explicou que o diferencial da tecnologia Rezzil é a capacidade de inserir o jogador em uma realidade de uma partida de futebol. Mas, em um ambiente controlado.

“Então, com o atleta que está voltando de lesão ou que está em fase de transição — fase entre os trabalhos indoor e os que ele vai desenvolver no campo —, eu consigo antecipar e colocar ele dentro dessa realidade do que é o jogo”, pontuou o fisioterapeuta.

Assim, o atleta poderá vivenciar, durante o treino, situações de pressão do jogo em que tem, por exemplo, que receber passes e realizar marcações.

“Eu consigo comparar os momentos do atleta, como: quantas vezes ele recepcionou com a perna direita ou com a perna esquerda ou como está seu desiquilíbrio em relação às ações de giro para um lado ou para outro. Isso é interessante porque a Realidade Virtual permite que ele esteja em uma situação de jogo, em um espaço controlado, mas que ele tem que executar diferentes ações.”

Segundo Puglia, isso permite aos profissionais de apoio entenderem alguns parâmetros em relação aos atletas, como questões de assimetria. Informações consideradas importantes para o processo de reabilitação do jogador.


Fórum de Programação para Iniciantes - Tire Todas as suas Dúvidas

Começando Agora na Programação? Tire todas as suas dúvidas no PB Overflow, nosso Fórum de Programação para Iniciantes (CLIQUE AQUI)


Sobre o Autor(a)
Jornalista e redatora, com experiência em SEO e Webwriting. Extremamente curiosa, gosto de explorar diferentes assuntos e vivenciar novas experiências. Nascida na Baixada Fluminense do Rio de Janeiro e apaixonada por escrita, literatura e por boas histórias.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Últimas Notícias