Facebook

Vigilância de aluguel: o que é e como a Meta está trabalhando para combater essa prática. Veja

2 Minutos de Leitura

Cerca de 50.000 pessoas em 100 países tiveram suas contas do Facebook e Instagram comprometidas devido a estes grupos

Já ouviu falar em grupos de Vigilância de Aluguel? Esses grupos são obstinados a coletar inteligência, manipular os usuários para que revelassem informações e comprometer seus dispositivos. Essa definição é da Meta (antigo Facebook), que afirmou estar empenhada em deter essas contas.

Recentemente, cerca de 50.000 pessoas em 100 países tiveram suas contas do Facebook e Instagram comprometidas por sete grupos de “vigilância de aluguel”.

Vigilância de aluguel

O que são grupos de Vigilância de aluguel?

De acordo com a Meta, existem três fases pelas quais os grupos passam para coletar informações e danificar as contas que navegam nas redes sociais. Elas são: reconhecimento, engajamento e exploração.

O primeiro estágio envolve a coleta de informações de blogs, mídias sociais, Wikipedia e sites “dark web”. O segundo é o mais visível para os alvos, estabelecendo contato com eles para que cliquem em links ou arquivos maliciosos.

O estágio final é “hackear de aluguel”, que inclui práticas como phishing. Os hackers criaram domínios na tentativa de fazer com que as pessoas entreguem informações sem o seu conhecimento. Eles podem se disfarçar como mídia social, serviços financeiros ou redes corporativas.

Medidas e precauções

De acordo com a Meta, já há investigações em aberto há alguns meses, assim como medidas já estão estabelecidas contra sete diferentes entidades de vigilância contratada. Eles forneceram serviços em todas as três fases da cadeia de vigilância para atingir indiscriminadamente pessoas em mais de 100 países em nome de seus clientes.

As entidades de “vigilância contratada” removidas violaram vários Padrões da Comunidade e Termos de Serviço. Por causa disso e devido a violações graves, a Meta baniu seus serviços das plataformas.

Dessa forma, para ajudar a interromper essas atividades, a empresa também bloqueou a infraestrutura de internet relacionada e emitimos cartas de cessar e desistir, avisando-os de que seu direcionamento a pessoas não tem lugar dentro da plataforma.

Além disso, segundo a empresa, as descobertas foram compartilhadas com pesquisadores de segurança e outras plataformas e legisladores para que eles possam tomar as medidas adequadas.


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Mais Lidas da Semana

Governo britânico determina venda da Giphy e Meta recorre. Entenda

Para Intel, Metaverso exigirá aumento na capacidade de computação. Entenda

Meta fecha parceria com OEA para treinar criadores de conteúdo em Realidade Aumentada na América Latina

Leitores do Yahoo elegem Meta como a pior empresa do ano. Entenda

Segundo Facebook, mais de 50 mil usuários da rede social podem ter sido alvo de organizações de vigilância. Saiba mais

Neymar estreia como criador de conteúdo no Facebook Gaming. Saiba mais

Facebook anuncia investimentos em IA para combater Fake News e conteúdos prejudiciais. Saiba mais

Meta anuncia lançamento de PAC-MAN Community no Facebook Gaming. Saiba mais

Facebook Protect chega ao Brasil, com o objetivo de evitar fake news nas eleições de 2022. Saiba mais

Regulador britânico orienta Meta, dona do Facebook, a vender Giphy, plataforma de GIFs. Entenda

Sobre o Autor(a)
Jornalista, sonhadora e apaixonada por contar história de pessoas para pessoas. Além de ser extremamente curiosa, meu entretenimento é adquirir conhecimento. Atualmente sou graduada em jornalismo com inglês avançado e muitos sonhos, além de atuar, em tempo integral, em um plano infalível de me aperfeiçoar e crescer cada vez mais :)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *