Curiosidades

Governo anuncia investimento de R$368 milhões em telecomunicações para desenvolvimento tecnológico no país. Entenda

2 Minutos de Leitura

Investimentos englobam iniciativas em torno do 5G e mercado espacial

O Ministério das Comunicações anunciou a liberação de uma verba de R$368 milhões destinada ao desenvolvimento tecnológico em telecomunicações. Assim, o objetivo da Pasta é aumentar a competitividade da indústria brasileira no setor.

Dentre as linhas de incentivo contempladas, destacam-se os esforços para o desenvolvimento do ecossistema 5G. Além disso, há planos para iniciativas no mercado espacial.

“Por meio do fundo, foram viabilizados investimentos em diversas atividades, tanto no apoio à pesquisa e ao desenvolvimento quanto no apoio à inovação e à ampliação da competitividade da indústria brasileira de telecomunicações”, disse o secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações (MCom), Artur Coimbra.

Os R$368 milhões atribuído ao desenvolvimento tecnológico no país são provenientes do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel). O valor é destinado às operações de crédito financiadas pelo Banco Nacional para o Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

Uma das principais iniciativas previstas é o Programa Finep 5G, que contem duas linhas de financiamento em operação. A primeira destinada à criação de soluções tecnológicas aplicadas à infraestrutura da rede 5G e desenvolvimento de novos produtos.

Já a segunda tem como foco a implantação dos empreendimentos vencedores da licitação de radiofrequências das faixas do 5G. Ou seja, dedica-se, também, à instalação de redes privadas, condicionadas à utilização de tecnologias nacionais. 

“Essa tecnologia, em razão de sua alta capacidade de transmissão e de armazenamento e dados, vai possibilitar a implementação da indústria 4.0, da telemedicina, agricultura de precisão e cidades inteligentes”, destacou o presidente da Finep, General Waldemar Barroso Magno.

Mirando desenvolvimento tecnológico, Governo prevê investimentos no mercado espacial

De acordo com informações do Ministério das Comunicações, o BNDES deve destinar R$ 120 milhões de recursos do Funttel para financiamento à Intelbras. O banco usará o dinheiro no desenvolvimento de produtos e soluções em 5G, Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial (IA) e de infraestrutura de energia e comunicação, por exemplo.

Além disso, a iniciativa deve ajudar na geração do novos empregos. A estimativa é a criação de duas mil vagas para profissionais qualificados.

Ainda segundo o MCom, parte dos recursos não reembolsáveis do Funttel (R$ 16 milhões) serão destinados aos esforços do Brasil no mercado espacial.

Em breve a Finep deve assinar um convênio de R$5,3 milhões com o Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA). O valor será destinado à implantação de infraestrutura terrestre de serviços de controle de satélites de pequeno porte (com até 500 kg). O Ministério da Defesa, que será o cofinanciador do projeto, destinará mais R$1,7 milhão.

“Essa iniciativa abre oportunidades para que universidades, centros de pesquisa e startups brasileiras ingressem na exploração do Espaço”, destacou o Ministério em nota.


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Mais Lidas da Semana

Conexão 5G e os sistemas da aviação nos EUA: FAA alerta sobre riscos de interferência. Veja

Diretor de negócios do YouTube anuncia encerramento da divisão de conteúdos originais da empresa. Saiba mais

CNN Brasil se prepara para ingressar no metaverso em 2022. Saiba mais

BMW iX: lançamento do carro inteligente da marca no Brasil ocorrerá durante live no metaverso. Entenda

Programa de pré-incubação de startups da Samsung tem inscrições abertas até quinta (20)

Startup britânica Bellwether faz primeiro teste de carro voador. Veja

Anatel atualiza lista de celulares 5G homologados. Veja

Metaverso e Web 3.0: especialistas avaliam como esses dois conceitos se relacionam. Confira

Em evento, ministro da Ciência fala sobre futuro da exploração espacial no Brasil. Veja

Entenda o que é a Web 3.0 e como ela vai mudar a internet como a conhecemos

Sobre o Autor(a)
Letícia de Jesus, 20 e poucos anos. Jornalista e redatora web. Além da redação de conteúdos, flerto com o universo do Marketing Digital e Social Media.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *