Projeto de Lei pretende banir criptomoedas na Índia
Criptomoedas

Projeto de Lei pretende banir criptomoedas na Índia

1 Minutos de Leitura
Projeto de Lei pretende banir criptomoedas na Índia. Imagem: Reprodução/Reuters

A intenção do governo é criar uma "estrutura facilitadora", para o desenvolvimento de uma moeda digital oficial do país

India quer banir criptomoedas do país
Projeto de Lei pretende banir criptomoedas na Índia. Imagem: Reprodução/Reuters

Um Projeto de Lei apresentado pelo governo da Índia quer banir todas as criptomoedas privadas no país. Segundo o Parlamento, o projeto deve ser apresentado na sessão de inverno, com início previsto para 29 de novembro.

De acordo com o governo indiano, Projeto de Lei visa permitir “certas exceções”, que irão promover as tecnologias de criptomoedas e suas aplicações.

A intenção do governo é criar uma “estrutura facilitadora”, para o desenvolvimento de uma moeda digital oficial do país.

Nos últimos trimestres, o número de indianos que têm negociado criptomoedas tem crescido cada vez mais. As bolsas locais da moeda também registraram aumento nas transações e bases de usuários em 2021.

Há alguns meses os legisladores indianos vêm promovendo debates sobre os riscos das criptomoedas e os testes de uma nova moeda digital do governo.

No início do ano, uma proposta idêntica a esta já havia sido apresentado ao parlamento. O governo da Índia considerou criminalizar a posse, emissão, mineração, comércio e transferência de ativos criptográficos, mas um Projeto de Lei não foi apresentado.

Segundo a Reuters, o primeiro-ministro, Narendra Modi, presidiu uma reunião para discutir o futuro das criptomoedas em meio a preocupações de que aquelas não regulamentadas possam se tornar vias para lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo.

Embora o governo não tenha números exatos ou estimativas de quantas pessoas negociam criptomoedas, relatos da mídia indicam que o país pode conter até 20 milhões de investidores, citando especialistas do setor.

Alguns especialistas reconhecem que a regulamentação é necessária na Índia, mas trata-se apenas de encontrar o equilíbrio certo.

“Não entre em pânico”, publicou no Twitter Nischal Shetty, fundador da plataforma de criptomoedas WazirX, depois que o novo projeto do governo foi anunciado.

“Todos nós queremos regulamentação. Nós estamos pedindo isso há mais de 1.000 dias”, dizia a publicação;


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Sobre o Autor(a)
De Goiás para o mundo. Jornalista, redator, social media e criador de conteúdo. Graduado em Comunicação Institucional e Especialista em Metodologia de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura. Estrategista de Marketing e empreendedor.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *