Marília Mendonça: trágico acidente da cantora levanta questionamentos sobre a segurança de táxis aéreos
Curiosidades

Marília Mendonça: trágico acidente da cantora levanta questionamentos sobre a segurança de táxis aéreos

2 Minutos de Leitura
Foto: Reprodução

Cantora morre nesta sexta-feira (5), depois de um acidente de avião que caiu e não deixou sobreviventes

A cantora Marília Mendonça, dona de diversos hits que estouraram nos últimos anos na indústria da música e entretenimento, faleceu nesta sexta-feira (5), devido a queda do avião na qual a artista viajava a caminho de um show em Minas Gerais (MG).

O acidente não deixou sobreviventes. Além da cantora, estavam a bordo seu tio, Henrique Ribeiro, seu assessor, Abicieli Silveira Dias Filho, além do piloto e copiloto do avião.

A aeronave em questão era uma Beechcraft King Air C90A. Considerado um dos modelos de táxi aéreo mais confiáveis, é seguro de ser operado. O avião que caiu pertence à PEC Táxi Aéreo, empresa sediada em Goiânia, comprado em julho de 2020, de acordo com dados da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Marília Mendonça: trágico acidente da cantora levanta questionamentos sobre a segurança de táxis aéreos
Foto: Reprodução

Segurança das viagens de avião

De acordo com reportagem do El País, a probabilidade de morrer em uma queda de avião é uma entre 9.737. Isso porque esse modo de transporte é considerado o mais seguro entre todos os outros. Ainda de acordo com a reportagem, é mais provável que uma pessoa venha a falecer em um carro, bicicleta ou atropelado do que em um voo.

Mesmo assim, alguns acidentes com aeronaves têm chocado o país. Vale lembrar do acidente em 2019 do também cantor Gabriel Diniz.

Ainda assim, o meio de transporte é considerado extremamente seguro e possui diversas medidas de segurança, com direito a equipamentos, saídas de segurança, primeiros socorros, cabines de comando e uma inspeção cuidadosa de trânsito.

Por esse motivo, de acordo com especialistas, a maior parte dos acidentes com aeronaves acaba derivando de erros humanos.

Marília Mendonça: trágico acidente da cantora levanta questionamentos sobre a segurança de táxis aéreos
Foto: Polícia Civíl de Minas Gerais

Denuncias e supostas irregularidades

De acordo com informações do Ministério Público Federal (MPF), encaminhado à Anac em junho deste ano, a aeronave contratada por Marília Mendonça possuía algumas denúncias contra a PEC Táxi Aéreo.

No documento consta que a empresa teria instalação precária de macas e cabeamento de oxigênio nos aviões, assim como aponta certos problemas com a limpeza, o que se torna um problema maior quando se trata do transporte de pacientes com Covid-19, que também era realizado pela empresa, dona da aeronave.

Além disso, também consta que a empresa não cumpre com a escala de folga dos pilotos. Uma das denúncias, em especial, se refere ao avião que caiu hoje.

ATUALIZAÇÃO (06/11/2021) – 14:09hs : Segundo a Rede Globo de Televisão informou, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), não foi confirmado, até o presente momento, irregularidades na aeronave. Os problemas citados na aeronave, alvo de denúncias anteriores, foram, segundo a emissora de televisão, resolvidos e devidamente arquivados, antes da ocorrência do acidente.


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Sobre o Autor(a)
Jornalista, sonhadora e apaixonada por contar história de pessoas para pessoas. Além de ser extremamente curiosa, meu entretenimento é adquirir conhecimento. Atualmente sou graduada em jornalismo com inglês avançado e muitos sonhos, além de atuar, em tempo integral, em um plano infalível de me aperfeiçoar e crescer cada vez mais :)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *