Jovem carioca garante bolsas de estudos na universidade americana UFC por suas habilidades em Fortnite - Programadores Brasil
CuriosidadesGaming

Jovem carioca garante bolsas de estudos na universidade americana UFC por suas habilidades em Fortnite

2 Minutos de Leitura

Os e-sports estão ganhando cada vez mais populares mundo afora. Inclusive, já existem universidades que apostam nessa modalidade e oferecem bolsas de estudos para aqueles que se destacam em jogos, como Fortnite, por exemplo.

Uma dessas pessoas é Guilherme Mannarino, de 17 anos, que garantiu aprovação em 32 universidades nos Estados Unidos. Em três delas, o jovem carioca conseguiu bolsa integral, incluindo a Universidade da Flórida Central (UFC), em Orlando, onde ele estudará Ciências da Computação.

Conforme divulgou a reportagem elaborada pelo G1, foram as habilidades no Fortnite que fizeram Mannarino atingir esse feito. No jogo de tiro, no estilo “battle royale” vence quem sobreviver até o fim da partida e conseguir eliminar todos os adversários.

“As faculdades me ofereceram bolsa para representar os times de e-sports delas, no caso, e eu poderia escolher qualquer tipo de curso que estivesse disponível. Qualquer uma que eu fosse, eu poderia escolher Engenharia da Computação”, explicou o estudante ao G1.

Veja também: [+] Curso completo de Desenvolvimento de Games

Jovem encontrou informações sobre bolsas de estudos no EUA em redes sociais

Inicialmente, Guilherme Mannarino seguiria o mesmo caminho que tantos outros jovens de sua idade se dedicam todos os anos: pretar o Enem. O objetivo era garantir uma vaga na PUC-Rio ou na UFRJ.

“Fui pegar a primeira vez no lápis para começar a estudar, quando senti que aquilo não era para mim. Que eu estava fazendo algo que eu não ia ficar satisfeito, que eu não ia estar feliz comigo mesmo”, disse na entrevista ao G1.

Mannarino revela que foi nesse momento que decidiu procurar opções de bolsas de estudos fora do país. “Existem vários sites nos Estados Unidos, onde você pode encontrar os técnicos [de e-sports] das faculdades. Você tem que correr muito atrás.”

Com a ajuda de um perfil que encontrou no Instagram, o estudante reuniu todas as informações necessárias para fazer sua aplicação.

Jovem equilibra treinos com estudo e rotina saudável (Foto: Reprodução/G1)

Para Mannarino, os estudos devem vir em primeiro lugar

O estudante alertou que quem deseja trilhar um caminho de sucesso no e-sports deve seguir uma rotina equilibrada e priorizar os estudos:

“É o que eu sempre digo às pessoas que vêm falar comigo: nunca deixem de estudar. Estudar é coisa principal, sempre. Se você quer o mundo dos e-sports, a sua primeira opção tem que ser o estudo.”

Além de dedicar 5h por dia para treinae Fortnite, a rotina de Mannariano inclui atividades físicas, cuidados com a saúde mental e uma alimentação balanceada. O jovem ainda dedica um tempo à noite para estudar inglês.

Jovem defende mais investimentos em e-sports no Brasil

Para o jovem carioca, ainda faltam investimentos na área de e-sports.

“Hoje em dia, mesmo a gente estando no século da tecnologia, tudo sendo em torno da tecnologia, ainda existe um tabu muito grande em torno desse mundo. O que falta no Brasil é muito investimento nessa área, incentivo também, e chegar informações às pessoas que são do passado que esse é o mundo novo. São oportunidades novas, o mundo mudou. Agora é uma nova era.”

O aluno do Colégio Franco-Brasileiro ainda defendeu que falta informação sobre o universo dos games no Brasil. Mannarino avaliou que “há uma enorme diferença entre Brasil e EUA nos e-sports”.

“Aqui estamos muito atrás. Lá muitas faculdades oferecem a melhor infraestrutura. Aqui nunca vi algo parecido. Aqui um bom computador custa em torno de R$7 mil, nem todo mundo tem esse dinheiro. Lá há incentivo, as faculdades têm clubes para incentivar isso”, comparou.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

*Com informações do G1*


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Sobre o Autor(a)
Letícia de Jesus, 20 e poucos anos. Jornalista e redatora web. Além da redação de conteúdos, flerto com o universo do Marketing Digital e Social Media.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *