URGENTE: Ifood é hackeado e restaurantes tem seus nomes alterados no aplicativo. Entenda. - Programadores Brasil
Curiosidades

URGENTE: Ifood é hackeado e restaurantes tem seus nomes alterados no aplicativo. Entenda.

1 Minutos de Leitura

Uma aparente brecha de segurança levou ao defacement (desfiguramento) de diversos restaurantes que utilizam o iFood. O problema ocorre na versão web do app, além dos aplicativos para Android e iOS, com os estabelecimentos tendo seus nomes substituídos por mensagens de cunho político, antivacina e que também fazem menção ao Uber Eats, um dos principais rivais do serviço de delivery no Brasil.

Ifood hackeado ?

Dezenas de relatos nas redes sociais mostram que restaurantes no aplicativo foram exibidos com palavras e frases como “Lula Ladrão” e “Bolsonaro 2022”. Extrapolando até um certo “hackativismo”, zombarias com Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro assassinada em 2018, e falsas alegações como “Vacinas Matam” também apareceram no app para milhares de usuários.

A falha parece ter alcance nacional, com os relatos de usuários de diferentes estados se acumulando nas redes sociais. Segundo informações do Canaltech, o problema em pelo menos quatro cidades, com uma repetição no teor das mensagens, mas sem que cardápios ou avatares de estabelecimentos fossem alterados. As causas, entretanto, ainda são desconhecidas, pois a empresa ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Em pronunciamento, o iFood informou que cerca de 6% dos estabelecimentos foram atingidos pela falha de segurança. Segundo a empresa, as medidas de proteção estão sendo tomadas de forma imediata para proteger os dados de restaurantes, clientes e entregadores. De acordo com a empresa, não existem indícios de comprometimento da base de dados pessoais ou informações de cartão de crédito dos usuários. 

Confira na íntegra o comunicado do Ifood:

Na noite de hoje, 2 de novembro, o iFood identificou que alguns estabelecimentos cadastrados na plataforma tiveram seus nomes alterados. Aproximadamente 6% dos estabelecimentos foram afetados. A empresa tomou medidas imediatas para sanar o problema e proteger os dados de restaurantes, consumidores e entregadores.

Em investigações preliminares, a empresa informa que não há qualquer indício de vazamento da base de dados pessoais cadastrados na plataforma, tampouco de dados de cartão de crédito.

Com informações: Tecmundo e CanalTech


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Sobre o Autor(a)
Criador do Programadores Brasil e do Galinha Programadora. Sou deficiente físico (não tenho os dois braços), desenvolvedor de sistemas há 9 anos e apaixonado por programação. Tenho um pézinho no Jornalismo (sem qualquer trocadilho rs).

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *