Claro, Tim e Vivo vencem as principais faixas do leilão do 5G. Operadoras devem levar as frequências de 3,5 GHz para todas as capitais até 2022. Saiba mais - Programadores Brasil
Curiosidades

Claro, Tim e Vivo vencem as principais faixas do leilão do 5G. Operadoras devem levar as frequências de 3,5 GHz para todas as capitais até 2022. Saiba mais

3 Minutos de Leitura

A Claro, a Tim e a Vivo, maiores operadoras de telefonia móvel do Brasil, arremataram as principais faixas do leilão do 5G, realizado nesta quinta-feira (4) pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). 

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Claro, Tim e Vivo vencem as principais faixas do leilão do 5G. (Imagem: PIXABAY E MONTAGEM IM)

As teles de grande porte ficaram com o chamado “filé mignon” do 5G que abrange cobertura nacional. A faixa, portanto, permitirá velocidades até cem vezes mais rápidas que as do 4G, ou seja, com as frequências de 3,5 GHz.

Para esclarecer, essa frequência ficou dividida em quatro lotes, sendo que um deles não obteve proposta. Mas, a Anatel já esperava que isso poderia acontecer, e pretende realizar uma nova rodada de leilões futuramente com as sobras.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Arremate das operadoras para cobertura nacional

Em suma, a Claro conseguiu arrematar o primeiro lote pela bagatela de R$ 338 milhões. Já a oferta da Vivo para a segunda fatia foi de R$ 420 milhões. E a Tim arrematou o terceiro lote pelo valor de R$ 351 milhões.

Por outro lado, na disputa pela frequência de 700 MHz, que permite a ampliação das redes de 4G, quem levou a melhor foi o fundo Patria, que arrematou o primeiro lote com cobertura nacional, dando um lance de R$ 1,4 bilhão, com ágio de 805,8%. Portanto, como vencedor desse lote, o Patria terá o desafio de levar o 4G a mais de 1.100 trechos de rodovias federais.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Arremates das coberturas regionais

Em contrapartida, houve abertura de lotes com coberturas regionais na faixa de 3,5 GHz. No Nordeste, por exemplo, quem venceu a disputa foi a Brisanet, com lance de R$ 1,25 bilhão, e ágio de 13.741,7%, que oferecerá o 5G em toda a região. No entanto, o grupo que tem sede no Ceará também será o responsável por levar as frequências de 3,5 GHz à região Centro -Oeste.

Já no bloco da região Sul, o Consórcio 5G Sul (Copel e Sercomtel, do empresário Nelson Tanure) e a Meganet entraram numa intensa disputa. Mas, depois de oferecerem 15 lances, quem venceu o leilão foi o Consórcio 5G, com uma oferta de R$ 73,6 milhões, e ágio de 1.454,74%.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Na região Sudeste, a empresa de telefonia que arrematou a abrangência dos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais foi a Cloud2U, que ofereceu um lance de R$ 405 milhões, e ágio de 6.266%.

E, por fim, a Algar ficou com o último lote regional para cobrir todo o triângulo mineiro, e algumas partes do Mato Grosso do Sul e de Goiás, com um arremate no valor de R$ 2,35 bilhões, ágio de 358,5%. As áreas, no entanto, são atendidas atualmente pela empresa como concessionária de telefonia fixa

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Investimentos em telecomunicações

No total, serão ao menos R$ 40 bilhões em investimentos obrigatórios ao longo de 20 anos. O intuito é massificar a cobertura 4G e trazer reforço para a infraestrutura de conexão das cidades, isso sem levar em conta os recursos que também deverão ser destinados para construir a rede 5G no país. Portanto, até julho de 2022, o serviço de telefonia de quinta geração deverá estar pronta para ser disponibilizada em todas as capitais brasileiras.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Alguns benefícios do 5G

Entre as inúmeras vantagens da tecnologia 5G, alguns dos benefícios serão o estímulo à economia por meio de novas aplicações. Entre elas, a telemedicina, onde será possível realizar atendimentos e cirurgias à distância, por exemplo, além de carros teleguiados, fábricas inteligentes e até lavouras conectadas.

Além disso, essas modalidades não só aumentarão a produtividade da economia como também devem gerar ainda mais riqueza para o país. Segundo consultorias especializadas em telecomunicações, o PIB do Brasil poderá crescer cerca de R$ 6,5 trilhões ao longo de três décadas caso o 5G seja implantado na sua versão mais atual.


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Sobre o Autor(a)
Jornalista, criadora de conteúdo e redatora desde 2011. Sou a mineira que veio do interior e que virou carioca por amor. Sempre antenada com o mundo ao meu redor e curiosa por natureza, já aterrissei em diversas editorias e segmentos da comunicação. Mas, a minha paixão mesmo é aquela boa mistura da tecnologia com a informação. Atualmente, pós-graduanda em Gestão Estratégica de Marketing Digital, hoje me divido entre trabalho, diversão, família e agora mãe!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *