CEO da Epic Games chama Google de "louco" e diz que “a Apple deve ser interrompida". Entenda o caso - Programadores Brasil
Curiosidades

CEO da Epic Games chama Google de “louco” e diz que “a Apple deve ser interrompida”. Entenda o caso

2 Minutos de Leitura

A Apple baniu o Fornite, da Epic Games, em seus dispositivos móveis, o que iniciou um conflito intenso entre as empresas

O CEO da Epic Games, Tim Sweeney, discursou em uma conferência na Coreia do Sul e aproveitou para criticar a Apple e o Google, além de promover seu plano de uma loja de aplicativos para todos os dispositivos.

Veja também: [+] Curso completo de Desenvolvimento de Games

CEO da Epic Games chama Google de “louco” e diz que “a Apple deve ser interrompida”. (Imagem: Apple Insider)

Segundo informações da Bloomberg, Sweeney disse que está trabalhando com desenvolvedores e provedores de serviços não especificados a fim de fazer uma loja de aplicativos. Isso, portanto, significaria que os usuários poderiam “comprar software em um lugar, sabendo que o teriam em todos os dispositivos e plataformas”.

“A Apple bloqueia um bilhão de usuários em uma loja e processador de pagamentos“, comentou o CEO da Epic Games. “Agora, a Apple cumpre leis estrangeiras opressivas, que vigiam os usuários e os privam de direitos políticos. Mas, ela está ignorando as leis aprovadas pela democracia coreana. A Apple deve ser interrompida”, declarou Sweeney.

Além disso, o executivo também chamou o Google de “louco” por seu sistema de taxas, e elogiou a Coreia do Sul por sua nova lei da App Store. “Estou muito orgulhoso de enfrentar esses monopólios com você”, disse ele. “Estou orgulhoso de estar com você e dizer que sou coreano”, finalizou.

Entenda a briga entre a Epic Games, Apple e Google

Em agosto, a Apple baniu o Fornite, da Epic Games, em seus dispositivos móveis, o que iniciou um conflito intenso entre as empresas. Então, após a fabricante do iPhone encerrar a conta de desenvolvedor da Epic Games, a empresa entrou na justiça contra a Apple. No processo, a desenvolvedora entrou com um pedido de liminar que permitiria ao jogo voltar à App Store e restaurar o acesso à conta de desenvolvedor.

Isso ocorreu depois que o game incluiu uma opção de pagamento pelas moedas do jogo diretamente para a empresa, contornando os sistemas de pagamento da Apple (e também do Google) que ficam com parte do lucro. Com isso, a Apple e o Google removeram o jogo de suas lojas de aplicativos.

No entanto, a situação no iOS foi ainda mais grave. Uma vez que a ação impossibilita os jogadores de instalar o jogo ou até mesmo as suas atualizações. Além disso, a Apple também chegou a remover do iPhone outros jogos da empresa, como Battle Breakers e Shadow Complex Remastered, por exemplo.

Em contrapartida, a Epic Games revelou que desafiaria a Apple “porque era a coisa certa a fazer” e “estava melhor posicionada do que muitas outras empresas para resistir à tormenta”.

Na ocasião, a Epic Games também disse que a Apple é “monopolista” no que diz respeito à sua loja de aplicativos e que mantém sua posição dominante ao “proibir explicitamente qualquer competitividade” nos mercados de distribuição de aplicativos e também de processamento de pagamentos dentro dos próprios aplicativos para o iOS.

Veja também: [+] Curso completo de Desenvolvimento de Games

Por isso, foi necessário entrar com o pedido de liminar, do contrário a Epic pode sofrer danos irreparáveis, caso a Fortnite não volte para a ‌App Store‌. Em suma, a empresa citou também que seus usuários ativos diários do iOS chegaram a diminuir em mais de 60% desde a remoção da ‌loja da Apple‌.

*Com informações Apple Insider*


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Sobre o Autor(a)
Jornalista, criadora de conteúdo e redatora desde 2011. Sou a mineira que veio do interior e que virou carioca por amor. Sempre antenada com o mundo ao meu redor e curiosa por natureza, já aterrissei em diversas editorias e segmentos da comunicação. Mas, a minha paixão mesmo é aquela boa mistura da tecnologia com a informação. Atualmente, pós-graduanda em Gestão Estratégica de Marketing Digital, hoje me divido entre trabalho, diversão, família e agora mãe!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *