5G chegará às capitais brasileiras até julho de 2022. Saiba mais
Curiosidades

5G chegará às capitais brasileiras até julho de 2022. Saiba mais

2 Minutos de Leitura
Ilustração

Secretária de Telecomunicações reforça a garante expansão da conectividade de conexão no Brasil após implementação do 5G

Na última quarta-feira (17), a Câmara dos Deputados debateu a respeito das perspectivas, contrapartidas e investimentos previstos na implementação do 5G.

No evento, a secretária de Telecomunicações substituta do Ministério das Comunicações, Nathália Lobo, voltou a afirmar que o leilão do 5G foi o maior leilão de radiofrequências da América Latina. Isso porque, esse, por sua vez, trará avanços significativos para o país.

Além disso, foi confirmado que a nova tecnologia de internet móvel chegará às capitais até julho de 2022, conforme cronograma planejado pelo Ministério.

5G chegará às capitais brasileiras até julho de 2022. Saiba mais
Ilustração

Comissão de Infraestrutura e os planos do governo

Na próxima terça-feira (23), os planos do governo para implementação do 5G, bem como as perspectivas do governo federal a partir do leilão do 5G, será discutidos e avaliados através da Comissão de Infraestrutura (CI).

Portanto, o objetivo é falar sobre questões como infraestrutura brasileira no setor de internet e telecomunicações e as estratégias de implementação do 5G no país. Dessa forma, a comissão também abordará questões a respeito dos programas adotados pelo Ministério das Comunicações.

Em suma, calcula-se que ainda haja mais de 3 milhões de brasileiros sem sinal de internet móvel. Dessa forma, as tecnologias dominantes atualmente no país são o 3G, que alcança 99,9% da população e o 4G, disponível em municípios que representam 97% da população.

Canal: Câmara dos Deputados

Experiência do 5G ainda em 2021

Ainda em 2021 deveremos ter experiência de 5G verdadeiras no país. Até julho de 2022, todas as capitais serão cobertas por rede 5G standalone. Os municípios com mais de 500 mil habitantes até o início de 2023”, pontuou a secretária. 

Além disso, durante a audiência pública, Nilo Pasquali, superintendente de Planejamento e Regulamentação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), explicou que “o objetivo do leilão foi muito amplo tentando cobrir os mais diversos aspectos possíveis da infraestrutura de telecomunicações”.

Além disso, ele ressaltou que são as quatro faixas de radiofrequência leiloadas (700 MHz; 2,3 GHZ; 3,5 GHz; e 26 GHz) que geram o grande valor na prestação de serviços , com destaque para as mais altas, que viabilizam a tecnologia 5G. “Isso é o que possibilita todo o potencial do 5G que a gente tanto menciona e tanto fala a respeito da indústria 4.0, agro 4.0, saúde e educação”, enfatizou o superintendente.


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Sobre o Autor(a)
Jornalista, sonhadora e apaixonada por contar história de pessoas para pessoas. Além de ser extremamente curiosa, meu entretenimento é adquirir conhecimento. Atualmente sou graduada em jornalismo com inglês avançado e muitos sonhos, além de atuar, em tempo integral, em um plano infalível de me aperfeiçoar e crescer cada vez mais :)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *