Criptomoedas

Segundo analista, smartcoins apresentam alto potencial de valorização. Entenda

Esses ativos virtuais podem ser classificados em até oito classes

3 Minutos de Leitura

Cada vez mais surgem novos adeptos dos investimentos em criptoativos. E as smartcoins é um exemplo de ativo ao qual os investidores devem ficar atentos. Atualmente, esses ativos virtuais podem ser classificados em até oito classes. São elas:

  1. Smartcoins;
  2. Criptomoedas;
  3. Stablecoins;
  4. Finanças Descentralizadas (DeFi);
  5. Tokens de Exchanges;
  6. Web3;
  7. NFTs;
  8. Ativos de privacidade.

Um dos analistas de criptomoedas mais influentes do Brasil (eleito pela Coin Telegraph), André Franco, tem defendido uma nova proposta de investimento em smartcoins.

Conforme divulgou uma reportagem do CanalTech, Franco acredita que qualquer pessoa pode conquistar uma fortuna de R$2 milhões investindo R$5 mil em uma lista de criptoativos selecionada pelo próprio analista.

As smartcoins, ou moedas inteligentes, são diretamente vinculadas aos contratos inteligentes. Ou seja, protocolos digitais usados para firmar acordos. Esse modelo contratual apresenta algumas vantagens, como:

  • Impossibilidade de adulteração: registrados na blockchain, os contratos não podem ser modificados;
  • Não estão sujeitos a erros interpretativos: celebrados em linguagem digital, eles não carecem de uma avaliação por autoridades judiciais;
  • São auto executáveis: o próprio protocolo trata de realizar as ações e sanções cabíveis ao contrato, o que inviabiliza descumprimentos e disputas diante do trato.

Atualmente, a maior parte desses contratos estão relacionados a acordos do mercado financeiro, especialmente em transações de câmbio, leilões e criptomoedas. Mas, as áreas de Vendas e Recursos Humanos também já estão de olho nessa novidade.

Como identificar o potencial de crescimento de um criptoativo?

Se de fato for possível transformar R$5 mil em R$2 milhões, fala-se de uma valorização de 400 vezes. Para Franco, essas supervalorizações podem acontecer quando um ativo reúne duas características principais:

  • Assimetria de lucros: valor de capitalização pequeno e risco mínimo perto dos ganhos com uma eventual explosão.

Esse é o caso, por exemplo, da ação do Magazine Luiza que após um processo de reestruturação e consolidação como uma gigante do varejo digital, chegou a R$27,34 em novembro de 2020.

O valor representa uma valorização de mais de 91.000%, em menos de cinco anos. Assim, o dinheiro dos investidores se multiplicou em mais de 900 vezes no período

  • Potencial disruptivo: ativo com fundamentos capazes de gerar muito valor em determinado nicho, aumentando as chances de ganhos exponenciais.

De acordo com o portal Investing, o Bitcoin tinha um valor, em março de 2012, abaixo de US$ 5. Hoje, mesmo com as flutuações deste ano, o preço é superior a US$ 60 mil. Ou seja, mais de 10 mil vezes maior.

Mas, por que as smartcoins podem ser a nova classe de criptomoedas a explodir?

Para o analista André Franco, as smartcoins reúnem hoje as duas características básicas que antecedem uma potencial explosão de lucros. O especialista explicou que hoje, as moedas são negociadas a valores muito baixos, se comparadas ao Bitcoin.

“Se um bitcoin hoje vale mais de US$ 60 mil, imagine o enorme ganho de capitalização necessário para ele dobrar de valor, por exemplo? Não que ele tenha deixado de ser um bom investimento, mas a possibilidade de ficar milionário no curto prazo praticamente já não existe”, analisou Franco.

Já as smartcoins ainda estão no início do seu movimento de ganho. Isso porque atualmente a smartcoin é cotada em centavos. Na prática, é como ter a oportunidade de comprar Bitcoin 10 anos atrás.

Além disso, as smartcoins têm alto potencial disruptivo. Mais do que uma criptomoeda, essa tecnologia permite a execução de serviços em seu protocolo, com destaque para a elaboração de contratos digitais.

O sistema da Ethereum, por exemplo, já faz isso hoje, porém de uma forma cara e pouco eficiente.

Vale ressaltar que a carteira Exponential Coins, criada por André Franco em 2017, já rendeu 2.219% até este mês de outubro. Isso já considerando todas as perdas e ativos mais consolidados.

Além disso, Franco apresenta lucros surprenendentes em criptomoedas alternativas, ainda não tão consolidadas. Um exemplo é o token AXS, relacionado ao universo de jogos NFT, que subiu 24.746% desde a recomendação, no início deste ano.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

*Com informações do CanalTech*


Fórum de Programação para Iniciantes - Tire Todas as suas Dúvidas

Começando Agora na Programação? Tire todas as suas dúvidas no PB Overflow, nosso Fórum de Programação para Iniciantes (CLIQUE AQUI)


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Últimas Notícias