FacebookRedes Sociais

META: O novo nome do Facebook. Especialistas analisam mudança de nome. Entenda.

3 Minutos de Leitura

O Facebook está mudando seu nome para Meta Platforms Inc., ou Meta para abreviar, para refletir o que o CEO Mark Zuckerberg diz ser seu compromisso com o desenvolvimento de uma nova tecnologia de surround-yourself conhecida como “metaverso”. Mas a própria rede social ainda se chamará Facebook.

Os céticos imediatamente acusaram a empresa na quinta-feira de tentar mudar o foco do Facebook em relação a matérias publicadas na mídia. O tesouro de documentos que vazaram que a colocaram na maior crise desde que foi fundada no dormitório de Zuckerberg em Harvard, 17 anos atrás. Os documentos mostram que o Facebook está colocando os lucros à frente de livrar sua plataforma de ódio, conflitos políticos e desinformação ao redor do mundo.

O que acontecerá com o nome da plataforma de mídia social?

Em entrevista, a consultora de marketing Laura Ries comparou a mudança ao rebatismo da BP para “Beyound Petroleum” para escapar das críticas de que a gigante do petróleo prejudica o meio ambiente.

“O Facebook é a plataforma de mídia social do mundo e eles estão sendo acusados ​​de criar algo que é prejudicial às pessoas e à sociedade”, disse ela. “Eles não podem sair da rede social com um novo nome corporativo e falar de um metaverso futuro.”

O aplicativo Facebook, onde os usuários postam atualizações pessoais e registram curtidas, não muda de nome. Nem o Instagram, WhatsApp e Messenger. A estrutura corporativa da empresa também não mudará. Mas em 1º de dezembro, suas ações começarão a ser negociadas sob um novo símbolo, MVRS.

O metaverso é uma espécie de internet trazida à vida, ou pelo menos renderizada em 3D. Zuckerberg o descreveu como um “ambiente virtual” no qual você pode entrar, em vez de apenas olhar em uma tela. As pessoas podem se encontrar, trabalhar e se divertir, usando fones de ouvido de realidade virtual, óculos de realidade aumentada, aplicativos de smartphone ou outros dispositivos.

Incorporando Outros Aspectos da Vida Online

Ele também irá incorporar outros aspectos da vida online, como compras e mídia social, de acordo com Victoria Petrock, analista que acompanha tecnologias emergentes.

Outras empresas de tecnologia, como a Microsoft, a fabricante de chips Nvidia e a Epic Games, da Fortnite, estão traçando suas próprias visões de como o metaverso funcionará.

Zuckerberg disse que espera que o metaverso alcance um bilhão de pessoas na próxima década e que espera que a nova tecnologia crie milhões de empregos para criadores.

O anúncio ocorre em meio a um maior escrutínio legislativo e regulatório do Facebook em muitas partes do mundo por causa dos papéis do Facebook. Uma reformulação da marca corporativa provavelmente não resolverá a miríade de problemas revelados pelos documentos internos.

Zuckerberg amplamente desdenhoso do furor

Zuckerberg, por sua vez, considerou injusto o furor desencadeado pelas últimas notícias publicadas sobre Facebook.

Alguns dos maiores críticos do Facebook não pareceram impressionados com a mudança de nome. O Real Facebook Oversight Board, grupo de vigilância focado na empresa, anunciou que manterá seu nome.

“Mudar seu nome não muda a realidade: o Facebook está destruindo nossa democracia e é o maior vendedor de desinformação e ódio do mundo”, disse o grupo em um comunicado. “A mudança de nome sem sentido não deve desviar a atenção da investigação, regulamentação e supervisão real e independente necessária para responsabilizar o Facebook.”

Ao explicar a mudança de marca, Zuckerberg disse que o nome Facebook não abrange mais tudo o que a empresa faz. Além de sua rede social, que agora inclui Instagram, Messenger, seu fone de ouvido Quest VR, sua plataforma Horizon VR e muito mais.

“Hoje somos vistos como uma empresa de mídia social”, disse Zuckerberg. “Mas, em nosso DNA, somos uma empresa que desenvolve tecnologia para conectar pessoas.”

Com informações: BBC e CNN


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Mais Lidas da Semana

TSE avaliará medidas em relação ao Telegram, caso plataforma não coopere em acordo para combate à desinformação nas eleições. Entenda

Função para combate à Fake News chega ao Twitter Brasil. Veja

Instagram testa rolagem vertical nos stories, igual ao TikTok. Confira

LinkedIn anuncia investimentos para melhorar experiências de usuários em eventos virtuais. Saiba mais

Em novo teste, Instagram explora grade de perfil personalizável. Saiba mais

ClubHouse anuncia novas funcionalidades, incluindo testes para versão web. Veja

Em novo teste, Instagram volta ao feed cronológico. Saiba mais

Instagram revela prioridades para 2022. Veja

TikTok desbanca Google e é o domínio mais acessado de 2021, diz relatório da Cloudflare. Veja

Facebook, Tik Tok e Instagram geram desconfiança em relação à proteção de dados, revela pesquisa. Veja

Sobre o Autor(a)
Criador do Programadores Brasil e do Galinha Programadora. Sou deficiente físico (não tenho os dois braços), desenvolvedor de sistemas há 9 anos e apaixonado por programação. Tenho um pézinho no Jornalismo (sem qualquer trocadilho rs).

1 comentário

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *