Facebook down: Zuckerberg se desculpa pela queda dos serviços das redes sociais do grupo e revela detalhes sobre o motivo da pane - Programadores Brasil
Redes Sociais

Facebook down: Zuckerberg se desculpa pela queda dos serviços das redes sociais do grupo e revela detalhes sobre o motivo da pane

2 Mins read

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, pediu desculpas pelo transtorno causado após a queda dos serviços das redes sociais do grupo: WhatsApp, Instagram e Facebook. Os serviços ficaram fora do ar por, aproximadamente, seis horas, no último dia 4.

Na última terça-feira, 5, a empresa explicou, por meio de um post em seu blog, que durante um trabalho de manutenção de rotina, seus engenheiros emitiram um comando que involuntariamente derrubou todas as conexões em sua rede, “desconectando efetivamente os centros de dados do Facebook globalmente”.

Além disso, Santosh Janardhan, vice-presidente de infraestrutura da empresa, disse que a ferramenta de auditoria do programa do Facebook tinha um bug e falhou ao tentar conter o comando que causou a interrupção.

O post publicado pelo Facebook ainda revela que o problema afetou, inclusive, o acesso às ferramentas internas da empresa. Até mesmo as usadas pelos funcionários para corrigir essas falhas, e-mails internos e passes de trabalho.

A empresa, agora, trabalha para entender o que aconteceu e tomar as devidas medidas para “tornar a infraestrutura mais resiliente”. A empresa disse, ainda, que “não há evidências de que os dados do usuário tenham sido comprometidos”.

Facebook
Usuários recorreram a outras redes sociais para se manterem conectados com amigos e familiares (Foto: Divulgação)

Queda dos serviços das redes sociais do grupo Facebook atingiu mais de 3,5 bilhões de usuários em todo o mundo

Mais de 3,5 bilhões de usuários, em todo o mundo, foram impactados. De acordo com informações do site Downdetector, que rastreia interrupções, houve relatos cerca de 10,6 milhões de problemas em todo o mundo – o maior número já registrado.

A queda dos serviços das redes sociais ocorreu na última segunda-feira, 4, no início da tarde. Os serviços só foram completamente reestabelecidos à noite.

Além de não conseguir utilizar o WhatsApp, Instagram e Facebook, alguns usuários relataram que tiveram dificuldade de acesso a serviços que exigem um login do Facebook. Em contrapartida, outros apostaram em outras redes sociais para se manterem conectados com familiares e amigos.

De acordo com o Fortune, Zuckerberg teria perdido cerca de US$6 bilhões de sua fortuna pessoal, quando as ações do Facebook despencaram.

Este é um momento delicado para a empresa, além da pane ocorrida na última segunda-feira, a ex-funcionária, Frances Haugen, disse, em entrevista à CBS no domingo (3), que a empresa priorizou o “crescimento em detrimento da segurança“. A notícia afeta a credibilidade do grupo.

Segundo Frances, os sites e aplicativos da empresa “prejudicam as crianças, alimentam a divisão e enfraquecem nossa democracia”.

Veja também: [+] Iphones de diversos modelos com super desconto na Amazon.

*Com informações da BBC News*


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *