Facebook diz que proibirá conteúdos de sexualização que envolvam celebridades, além de implementar novas proteções contra o assédio em massa. Entenda - Programadores Brasil
Facebook

Facebook diz que proibirá conteúdos de sexualização que envolvam celebridades, além de implementar novas proteções contra o assédio em massa. Entenda

2 Mins read

O Facebook anunciou nesta quarta-feira (13) que começaria a remover “conteúdo severo de sexualização” voltado à figuras públicas como parte de uma nova atualização de suas políticas de intimidação e assédio. Além disso, as mudanças de política de uso também incluem ataques de assédio coordenados contra demais usuários.

Veja também: [+] Os melhores Smartphones com super desconto na Amazon. Clique e confira.

Facebook diz que proibirá conteúdos de sexualização que envolvam celebridades, além de implementar novas proteções contra o assédio em massa. (Imagem: Alex Castro/ The Verge)

Portanto, como parte dessa nova atualização, o Facebook disse que removeria todos os perfis, páginas, grupos ou eventos dedicados a sexualizar figuras públicas, incluindo celebridades, políticos e criadores de conteúdo. A nova política também proíbe fotos e desenhos sexualizados e qualquer conteúdo degradante “no processo das funções corporais”, explicou Antigone Davis, chefe global de segurança do Facebook, em uma publicação no blog da empresa.

O Facebook também avisou que começaria a remover “comentários sexualizados indesejados” e ataques repetitivos que assediam um indivíduo sexualmente.

Figuras públicas – sejam eles políticos, jornalistas, celebridades ou criadores – usam o Facebook e o Instagram para interagir diretamente com seus seguidores”, escreveu Davis na postagem. “Fizemos essas mudanças porque ataques como esses podem transformar a aparência de uma figura pública em uma arma, o que é desnecessário e muitas vezes não está relacionado ao trabalho que essas figuras públicas representam”, explicou.

Veja também: [+] Os melhores Smartphones com super desconto na Amazon. Clique e confira.

O anúncio da política do Facebook ocorreu depois que a denunciante Frances Haugen testemunhou perante o Congresso recentemente. Em suma, a audição de terça-feira passada (5) foi focada em uma série de relatórios a partir do Wall Street Journal, que revelaram que executivos do Facebook estavam cientes dos danos que sua plataforma poderia infligir em usuários, especialmente adolescentes. Portanto, Haugen deve testemunhar perante o Parlamento do Reino Unido até o final de outubro.

Mas, a atualização desta quarta também inclui proibir ataques grandes e coordenados a usuários que correm um “risco elevado de danos offline”, mesmo que as postagens ou mensagens não violem as políticas de conteúdo do Facebook. Ou seja, esta atualização abrange postagens no Facebook e no Instagram, além de mensagens diretas enviadas a indivíduos, como dissidentes do governo ou vítimas de ataques violentos.

Veja também: [+] Os melhores Smartphones com super desconto na Amazon. Clique e confira.

Em setembro, o Twitch chegou a adicionar novas ferramentas para lutar contra o assédio de criadores em sua plataforma, incluindo opções de verificação de número de telefone para bate-papo. Por isso, a plataforma de streaming também anunciou mudanças em seu sistema de verificação de e-mail para dar aos criadores mais controle sobre os visualizadores que usam o chat. Então, os usuários podem ter até cinco contas para um único número de telefone, limitando o número de contas que podem ser feitas com o objetivo de assediar um criador.

*Com informações The Verge*


Sobre o Autor(a)
Jornalista, criadora de conteúdo e redatora desde 2011. Sou a mineira que veio do interior e que virou carioca por amor. Sempre antenada com o mundo ao meu redor e curiosa por natureza, já aterrissei em diversas editorias e segmentos da comunicação. Mas, a minha paixão mesmo é aquela boa mistura da tecnologia com a informação. Atualmente, pós-graduanda em Gestão Estratégica de Marketing Digital, hoje me divido entre trabalho, diversão, família e agora mãe!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *