Como a LGPD ou Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais pode afetar as campanhas de marketing digital das empresas? Entenda - Programadores Brasil
Segurança Digital

Como a LGPD ou Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais pode afetar as campanhas de marketing digital das empresas? Entenda

5 Mins read

 A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) entrou em vigor há um ano com o intuito de estabelecer regras sobre a obtenção, manutenção e tratamento dos dados dos usuários de internet no Brasil. No entanto, as novas diretrizes acabaram afetando tanto de forma direta quanto indiretamente a todas as empresas que coletam dados de usuários constantemente.

Como a LGPD ou Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais pode afetar as campanhas de marketing digital das empresas? (Imagem: Shutterstock)

Portanto, para entender melhor sobre cada impacto que a LGPD causou nas empresas e saber como se adequar às novas regras, sem que caia a produtividade do marketing, confira as dicas e orientações de especialistas a seguir.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

LGPD tem impacto positivo ou negativo para as empresas?

Quem consome internet todos os dias sabe que as campanhas de marketing continuam a todo vapor. Ou seja, a LGPD não modificou a forma como as mídias digitais trabalham. Além disso, ela não impede qualquer tipo de campanha publicitária online.

Para esclarecer, o CEO e cofundador da Tail by TOTVS, Cristiano Nobrega explicou que “a LGPD observa, em linhas gerais, que a coleta e uso de dados pessoais precisam estar pautados por uma relação transparente entre marcas e consumidores impactados pela publicidade”.

Cristiano Nobrega, CEO e cofundador da Tail by TOTVS traz as dicas para as empresas que precisam se adequar (Imagem: Tail)

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Portanto, o uso de dados precisa se encaixar em uma das 10 bases legais previstas na lei para estar em conformidade com a LGPD. Então, “sem dúvida  o consentimento e o legítimo interesse são aquelas talvez mais imediatas para o contexto de marketing”, ressaltou Nobrega.

Em suma, não somente sites de empresas de marketing digital, mas qualquer um que precise coletar dados de usuários, ou seja, praticamente todos, devem ter um “aviso de uso de cookies”. Este aviso, inclusive, precisa esclarecer ao usuário a política de coleta de dados do site, assim como para que fins eles podem ser utilizados. Tudo isso para estar de acordo com a LGPD.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

O que as empresas devem fazer para se adequar à LGPD?

Um passo essencial para que todas as empresas possam atuar em conformidade com as novas diretrizes da LGPD, é preciso levar em conta algumas etapas no processo de adaptação:

  • A empresa deve se submeter a uma avaliação junto a uma consultoria jurídica especializada em privacidade e proteção de dados.
  • A partir dela é elaborado um documento chamado Data Protection Impact Assessment (Avaliação de Impacto de Proteção de Dados) indicando as providências que devem ser tomadas e um plano de ação para que todos os processos da empresa estejam de acordo com a LGPD.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

  • As plataformas, incluindo as de marketing, devem ser “Privacy by Design“, ou seja, desenvolvidas em conformidade com mecanismos e práticas de privacidade e proteção de dados.
  • Se necessário, um Data Protection Officer (Oficial de Proteção de Dados) pode ser contratado para observar se os processos estão em conformidade com a lei.
A análise dos processos junto a uma consultoria jurídica é o primeiro passo (Imagem: Wright Studio/Shuttersock)

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Sendo assim, para obter mais confiança e tranquilidade com relação à LGPD, as empresas podem adotar plataformas de governança de dados. Para entender, Nobrega explica que “o fluxo de dados em campanhas de marketing é muito grande, é contínuo e proveniente de inúmeros pontos de contato entre a marca e seus clientes ou potenciais clientes.”

Dessa forma, ele esclarece que há uma extrema importância em adotar plataformas que são capazes de centralizar esse fluxo. Isso para que os processos de entrada e saída dos dados pessoais aconteçam de modo organizado, com segurança e eficiência.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Recursos como a gestão de consentimento para associar a coleta de dados a uma base legal prevista na LGPD, mapeamento da linhagem de dados para proporcionar sua total rastreabilidade, ou ainda recursos de engenharia de dados para se criar uma camada de anonimização quando necessário, são algumas das funcionalidades essenciais para uma plataforma adequada para essa finalidade”, disse o executivo.

Mas, o que faz uma plataforma de governança de dados?

Alguns exemplos trazidos por Nobrega explicam um pouco do que são essas plataformas e quais recursos elas fornecem para empresas de marketing digital. A Tail by TOTVs, por exemplo, foi adquirida recentemente pela gigante de tecnologia TOTVS, e possui uma suíte de soluções para o seu funcionamento integrado ou individual, de acordo com as suas necessidades. Veja:

A plataforma Tail CDP oferece uma visão centralizada dos dados para uma gestão otimizada (Imagem: Tail)

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

  • Consent Management Platform (CMP): resolve o gerenciamento de consentimento para uso de cookies de internet, por exemplo, e pode funcionar como um recurso independente para assegurar a coleta de dados online em conformidade com a LGPD.
  • Customer Data Platform (CDP): uma plataforma mais robusta que pode funcionar integrada à CMP. Ela é provida de inúmeros recursos para governança de dados, como atribuição de bases legais da LGPD para cada base de dados armazenada no sistema, além de um sistema de anonimização e rastreabilidade de dados (data lineage).

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Portanto, em uma plataforma como a CDP, por exemplo, os problemas de centralização de dados pessoais podem ser resolvidos criando um ID único para consolidar os dados do consumidor utilizando apenas um registro, segundo informou Nobrega.

Entao, a partir desses registros, é possível criar personas, que serão utilizadas em anúncios ou ofertas direcionadas. Para esclarecer, o CEO ressalta que “com a CDP é possível dar entrada de dados a partir de múltiplas fontes e depois compartilhar esses dados de forma segura com outras plataformas, quando necessário, especialmente as plataformas de marketing e mídia digitais nas quais o uso de dados é essencial.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Quais os benefícios da LGPD para o marketing digital?

Já é sabido que a LGPD dá mais proteção e respaldo jurídico aos usuários, no entanto, é importante entender que sua aplicação pode contribuir com as áreas de marketing digital na criação de campanhas melhores com nível de assertividade maior.

Portanto, a partir do momento que o usuário precisa autorizar o compartilhamento de dados pessoais às empresas, as equipes de marketing já têm uma noção melhor de como organizar as campanhas através de um filtro orgânico em sua base. Ou seja, as pessoas que estiveram interessadas naquele determinado produto ou serviço estarão disponibilizando de maneira voluntária e consciente seus dados. Sendo assim eles poderão ser usados em campanhas com direcionamento mais focado, e consequentemente, com melhor retorno dos investimentos.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Em suma, a LGPD é um importante avanço para o ambiente digital e sua segurança. Além disso, sua adequação não precisa ser difícil para as empresas, nem ser uma barreira para campanhas de marketing bem-sucedidas. Então, com boa governança de dados, todos os processos acabam se tornando mais simples, eficientes e organizados.

*Com informações Tecmundo*


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *