Investimentos em cibersegurança mais do que dobraram no primeiro semestre de 2021. Entenda - Programadores Brasil
Segurança Digital

Investimentos em cibersegurança mais do que dobraram no primeiro semestre de 2021. Entenda

2 Mins read

A pandemia gerou um grande impacto na cibersegurança. Os crimes cibernéticos têm custado ao mundo cerca de US$ 600 bilhões (R$ 3,1 trilhões) por ano, segundo a empresa de consultoria e inteligência de mercado Mordor Intelligence. E esse valor equivale a quase 0,8% do PIB global. Por outro lado, o Fórum Econômico Mundial relatou que a probabilidade de identificar e processar os autores de ataques cibernéticos nos Estados Unidos caiu para 0,05%.

Investimentos em cibersegurança mais do que dobraram no primeiro semestre de 2021. (Imagem: Andriy Onufriyenko / Getty Images)

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Talvez seja por isso que os investimentos de capital de risco (VC) em cibersegurança mais do que dobraram durante o primeiro semestre de 2021, enquanto o número total de fusões e aquisições (F&A) no setor mais que quadruplicou

Para esclarecer, um novo relatório produzido por analistas da AllegisCyber ​​Capital, Momentum Cyber ​​e NightDragon mostrou que os investidores injetaram US$ 11,5 bilhões em financiamento total de capital de risco no primeiro semestre de 2021, ante US$ 4,7 bilhões no primeiro semestre de 2020. Além disso, as fusões e aquisições saltaram de US$ 9,8 bilhões em 93 transações para US$ 39,5 bilhões (o equivalente a R$ 207 bilhões) em 163 transações ocorridas até o final de junho passado.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

“Como investidor no mercado cibernético há mais de quinze anos, posso dizer que esse clima de mercado é diferente de tudo que vimos até hoje”, disse o fundador e diretor administrativo da AllegisCyber ​​Capital, Bob Ackerman. “O mercado está preparado para agir e fazer uma mudança significativa no cenário de ameaças e alimentar o crescimento contínuo das capacidades das organizações de nossa nação para defender a infraestrutura tecnológica que impulsiona nossa economia”.

Investimentos altos em cibersegurança

Portanto, dos 430 investimentos em startups de cibersegurança no primeiro semestre de 2021, 36 foram superiores a US$ 100 milhões (R$ 523 milhões). Em contrapartida, no lado de fusões e aquisições, nove negócios superaram US$ 1 bilhão (R$ 5,2 bilhões). E isso, incluindo a aquisição da Proofpoint por US$ 12,3 bilhões (R$ 64,3 bilhões) pela Thoma Bravo, a aquisição do Auth0 por US$ 6,4 bilhões pela Okta, e a aquisição da McAfee por US$ 4 bilhões para o fundo norte-americano STG.

A Proofpoint foi vendida por US$ 12,3 bilhões a Thoma Bravo (Imagem: Raysonho/Wikipédia/Reprodução)

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Por fim, os acordos de investimento mais significativos foram para empresas de segurança na nuvem, consultoria de segurança e risco e conformidade. Portanto, as principais categorias de fusões e aquisições (M&A) foram segurança de dados, segurança de rede e infraestrutura, resposta a incidentes e inteligência contra ameaças.

“Estamos vendo uma tempestade perfeita de fatores se unindo para criar o cenário de ameaças mais agressivo da história das organizações comerciais e governamentais em todo o mundo”, disse o fundador e diretor administrativo da NightDragon, Dave DeWalt, em um comunicado à imprensa.

*Com informações VentureBeat*


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *