Ciência

No Japão, cientistas usam células-tronco de vacas Wagyu para produzir carne 3D. Entenda

2 Minutos de Leitura

As impressões 3D já se provaram muito úteis em diferentes áreas, como Construção Civil, Tecnologia, Saúde e outras. Mas, já pensou em como essa tecnologia pode contribuir para a alimentação? Que tal consumir uma carne 3D?

Pois no Japão, cientistas da Universidade de Osaka usaram células-tronco isoladas de vacas Wagyu para produzir carne 3D. A peça contém músculos, gordura e vasos sanguíneos, de maneira que se assemelhem aos bifes convencionais.

Para os pesquisadores, essa pode ser uma alternativa para um futuro mais sustentável, porém com ampla disposição de carne. A vaca Wagyu, em tradução literal “vaca japonesa”, é conhecida, justamente, por seu alto teor de gordura intramuscular.

Dessa forma, o bife — marmoreio ou sashi — conta com sabores ricos e uma textura diferenciada. O problema é o modo de produção desse gado, que é considerado pouco sustentável. Especialmente por conta da sua contribuição para as emissões de gases prejudiciais ao clima.

Carne 3D levanta discussões sobre sustentabilidade e o futuro da alimentação (Foto: Orlando G. Calvo)

Entenda como foi o processo de produção da carne 3D da vaca Wagyu

Com o uso da impressão 3D para criação de carne sintética, os pesquisadores pretendem resolver esse problema:

“Usando a estrutura histológica da carne Wagyu como um projeto, desenvolvemos um método de impressão 3D que pode produzir estruturas complexas feitas sob medida, como fibras musculares, gordura e vasos sanguíneos”, explicou o pesquisador principal Dong-Hee Kang.

A equipe começou os trabalhos usando dois tipos de células-tronco, chamadas células-satélite bovinas e células-tronco derivadas do tecido adiposo. De acordo com os cientistas, essas células “multipotentes” podem ser induzidas a se diferenciar em cada tipo de célula necessária para produzir a carne 3D. Isso com as condições corretas de laboratório.

Por exemplo, por meio da bioimpressão os pesquisadores conseguiram fabricar fibras individuais, incluindo músculos, gordura ou vasos sanguíneos. As fibras foram dispostas em 3D, seguindo a estrutura histológica.

Veja também: [+] Cupom de U$100 para criar seu Servidor na Digital Ocean

Impressão 3D de carnes levanta reflexões sobre o futuro da alimentação

O objetivo era reproduzir a estrutura real da carne Wagyu. Por meio desse processo, foi possível reconstruir a complexa estrutura do tecido cárneo, mas de forma personalizável.

“Com o aprimoramento dessa tecnologia, será possível não apenas reproduzir estruturas complexas de carne, como o belo sashi da carne Wagyu. Mas também fazer ajustes sutis nos componentes de gordura e músculo”, disse a autora sênior da pesquisa Michiya Matsusaki.

Ou seja, haveria a possibilidade dos clientes pedirem carne cultivada com a quantidade desejada de gordura, com base em considerações de sabor e saúde.

Assim, a tecnologia também pode ajudar as pessoas a refletirem sobre o futuro da alimentação. Além disso, a impressão 3D abre as portas para alternativas à carne animal. No entanto, devido à presença de células-tronco de animais, a carne 3D de Wagyu não pode ser considerada uma opção vegana ou vegetariana.

Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

*Com informações do Olhar Digital*


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Mais Lidas da Semana

Nasa avança em preparativos para missão tripulada que levará a primeira mulher e pessoa não branca à lua. Confira

NASA estende operações da Estação Espacial até 2030. Saiba mais

Observatório Gemini: Brasil renova acordo internacional e garante acesso a telescópios até 2027

Nova missão da NASA com telescópio Webb pretende investigar a origem do universo. Veja

Nova missão da NASA é dedicada a estudar objetos misteriosos do espaço, como supernovas e buracos negros. Saiba mais

SpaceX garante mais três voos tripulados à estação espacial, em parceria com a NASA. Entenda

Projeto de realidade virtual (RV) é aplicado em pacientes de traumas e com sequelas da covid-19, em hospital público do Pará. Entenda

Após falha em banheiro, Astronautas da Space X precisarão usar fraldas em Missão Espacial. Entenda.

Mesmo com venda proibida pela Anvisa, consumo de cigarro eletrônico pode causar lesões sérias no pulmão. Entenda

Cientistas tentam descobrir se sinal de rádio vindo do centro da Via Láctea trata-se apenas de fenômeno desconhecido ou se é alguma civilização alienígena. Saiba mais

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *