Cibercriminosos devolvem US$ 610 milhões em criptomoedas roubadas de plataforma de finanças. Entenda o caso - Programadores Brasil
Criptomoedas

Cibercriminosos devolvem US$ 610 milhões em criptomoedas roubadas de plataforma de finanças. Entenda o caso

1 Mins read

Os cibercriminosos que invadiram a plataforma de criptomoeda Poly Network devolveram todos os US$ 610 milhões (R$ 3,2 bilhões) roubados no início de agosto. A informação foi dada pela própria companhia através do Twitter na última segunda-feira (23).

Na publicação, a Poly Network afirmou que conseguiu recuperar o controle de todos os ativos, com exceção de US$ 33 milhões da moeda estável Tether, que estavam congelados pela empresa responsável por sua administração. Inclusive, a plataforma disse que tentou conversar com a Tether para que ela liberasse os fundos depois do ocorrido.

Cibercriminosos devolvem US$ 610 milhões em criptomoedas roubadas de plataforma de finanças. (Imagem: Dado Ruvic/Reuters)

Veja também: Confira os 3 Melhores Cursos para Aprender Python

Mas, inusitadamente, os cibercriminosos devolveram todos os investimentos alegando que só realizaram o ataque por diversão. Tudo com o intuito de expor a vulnerabilidade dos contratos digitais da plataforma de criptomoedas, e que por isso, sempre planejaram devolver todos os tokens.

No entanto, alguns analistas de blockchain duvidaram da intenção, alegando que eles simplesmente não conseguiram achar uma maneira mais fácil de levar a criptomoeda roubada. Para esclarecer, das moedas populares roubadas, foram cerca de US$ 267 milhões de ethereum, além de US$ 252 milhões de binance coin, e aproximadamente US$ 85 milhões em USDC.

Veja também: Confira os 3 Melhores Cursos para Aprender Python

Sobre a plataforma de criptomoedas Poly Network

A Poly Network é um nome não tão conhecido no mundo das criptomoedas, mas ela trabalha como uma plataforma de finanças descentralizada (DeFi) que facilita transação peer-to-peer (pessoa para pessoa). Além disso, ela tem foco em permitir que os usuários transfiram ou troquem os tokens em diferentes blockchains.

Em suma, a companhia havia anunciado sobre o roubo das criptomoedas no dia 10 de agosto. Mas, alegou que no dia seguinte os cibercriminosos já teriam começado a devolver as moedas digitais.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue Lendo

Carteira movimenta 616 Bitcoins comprados por US$ 13 há 9 anos e agora valem milhões de dólares. Entenda

Desvalorização do Bitcoin: entenda os fatores que podem estar influenciando a queda no valor da criptomoeda

Servidor público furta energia elétrica do trabalho para minerar Bitcoin em maquinários escondidos. Entenda o caso 

Mineradores de Chia Coin, criptomoeda “ecológica”, estão revendendo SSDs usados ​​como novos após queda de valor. Entenda

Atualização London foi responsável pelo descarte de US$ 300 milhões em ETHs. Entenda

Coinbase anuncia investimento de US$ 500 milhões em criptomoedas. Saiba mais

Empresa de mineração de criptomoedas e HPC adquire 223 mil GPUs AMD e Nvidia por R$ 1,2 bilhões. Saiba mais 

Grupo de hackers rouba mais de R$ 3 bilhões em criptomoedas, e torna-se o maior "assalto" da história no mercado de moedas digitais. Entenda

O que é uma CBDC? Saiba para que serve, como funciona e sobre o andamento da implementação da Central Bank Digital Currency nos países

Um milhão de plataformas de mineração de Bitcoin de empresa chinesa serão movidas para o Canadá nos próximos 24 meses. Entenda