Atlas, o robô humanoide treinado pela Boston Dynamics, aprende Parkour e corrida com ou sem obstáculos. Confira - Programadores Brasil
Curiosidades

Atlas, o robô humanoide treinado pela Boston Dynamics, aprende Parkour e corrida com ou sem obstáculos. Confira

2 Mins read

Nesta semana, a empresa norte-americana de robótica, Boston Dynamics chegou em um novo patamar e mostrou o robô humanoide Atlas fazendo parkour e corrida livre, com e sem obstáculos. Um novo passo para que os robôs se aproximem cada vez mais dos humanos. E isso agora pode ficar ainda mais evidente depois que a Boston Dynamics foi vendida para Hyundai em junho por mais de US$ 1 bilhão.

Atlas, o robô humanoide treinado pela Boston Dynamics, aprende Parkour e corrida com ou sem obstáculos. (Imagem: Boston Dynamics)

Veja também: [+] Curso completo de Desenvolvimento de Games

Originalmente, o robô Atlas havia sido desenvolvido com recursos do Departamento de Defesa dos EUA para realizar tarefas de busca e salvamento. Mas, agora acabou virando celebridade, junto com os robôs anteriores, que desenvolveram passos de dança ao som de um hit popular da banda de k-pop sul-coreana BTS, deixando o cão Spot e seus amigos apresentarem suas habilidades dançantes surpreendentes.

No entanto, o Atlas, um robô bípede de 1,52 cm e 86 Kg, utiliza sistemas hidráulicos, motores elétricos e três computadores de bordo para fazer seus pulos sobre as barreiras, dar cambalhotas e até se esborrachar no chão durante os treinos. “Às vezes pode ser frustrante. Os robôs dão muitas batidas”, contou o líder de controle da equipe, Benjamin Stephens, o “treinador” do Atlas.

Veja também: [+] Curso completo de Desenvolvimento de Games

Os próximos desafios do robô Atlas

O objetivo do robô Atlas, segundo a Boston Dynamics, é desenvolver os mesmos movimentos e flexibilidades de um ser humano adulto de porte médio. Isso significa um repertório de aplicações quase infinito. Então, o parkour acabou sendo escolhido como uma das atividades a serem exploradas, pois ele destaca diversos desafios e habilidades importantes.

Segundo noticiado pela agência Reuters, o especialista em Engenharia e Ciência da Computação falou como funciona o teste: “conectamos a percepção à ação de uma forma que capture objetivos de longo prazo, como ir do ponto A ao ponto B, e objetivos dinâmicos de curto prazo, como ajustar os passos e aplicar forças corretivas para manter o equilíbrio”.

Portanto, a intenção dos desenvolvedores de robôs é fazer com que eles sejam capazes de cair de cara, sobreviver à queda, se levantar e fazer novamente todos os movimentos.

Veja o vídeo:


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue Lendo

Segundo rumores, Samsung e Tesla estão negociando um contrato para produção de chips do sistema de condução autônoma de carros elétricos

Applaydu, aplicativo do Kinder Ovo, oferece jogos interativos com experiência de Realidade Aumentada para crianças de 4 a 9 anos. Confira

Especulações sugerem que Google Pixelbook 2 terá chip tensor e pode chegar ao mercado em outubro. Entenda

“Carros voadores elétricos” poderão ser os novos transportes aéreos do Brasil em 2025, anuncia a Gol. Saiba mais 

Samsung Sempre Novo: usuário pode trocar de Galaxy todo ano com plano de assinatura da Samsung, em parceria com a Porto Seguro

Ultra Silence Force Bluetooth: conheça o novo ventilador da Arno que pode ser controlado pelo celular

Nova tecnologia Qualcomm promete nova experiência de áudio sem perdas nas transmissões via Bluetooth. Confira

Projetista-chefe de foguetes chineses divulga plano para acelerar envio de missões tripuladas do país à Lua. Entenda

Tinker Board 2S: conheça o dispositivo da Asus que vai começar a ser implementado em validadores de ônibus no Brasil até o fim do ano

Tesla Model 3 bate em viatura da polícia parada e reacende discussão sobre uso do piloto automático. Confira