Um milhão de plataformas de mineração de Bitcoin de empresa chinesa serão movidas para o Canadá nos próximos 24 meses. Entenda - Programadores Brasil
Criptomoedas

Um milhão de plataformas de mineração de Bitcoin de empresa chinesa serão movidas para o Canadá nos próximos 24 meses. Entenda

2 Mins read

A empresa chinesa de mineração de criptomoedas, Optimum Mining Host (OMH), está planejando transferir 1 milhão de plataformas de mineração de Bitcoin (BTC) para o Canadá nos próximos 24 meses, com a ajuda da Black Rock Petroleum Company (BRPC).

Com a China reprimindo as operações de mineração de criptomoedas, muitas delas já foram encerradas e estão procurando outro lugar. No entanto, as duas principais razões por trás da decisão da China de proibir as operações de mineração de criptomoedas são a preocupação com a emissão de carbono e o Banco Popular da China que quer se afastar das criptomoedas voláteis

Minerador inspecionando uma instalação da mineradora de criptomoedas em Sichuan, China. (Imagem: Chinafile/Reprodução)

Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

China inibe mineração de criptomoedas por perturbação à ordem econômica

Então, através de um comunicado oficial, o Banco Popular da China afirmou que “as atividades de comércio de moeda virtual perturbam a ordem econômica e financeira normal, geram o risco de atividades ilegais e criminosas, como transferência ilegal de ativos e lavagem de dinheiro, e infringem gravemente a segurança da propriedade das pessoas”.

Um milhão de plataformas de mineração de Bitcoin de empresa chinesa serão movidas para o Canadá nos próximos 24 meses. (Imagem: Wccftech)

Portanto, as operações de mineração em certas regiões já foram fechadas e os preços das placas gráficas na China começaram a cair. Então, a parceria entre a Optimum Mining Host e a Black Rock Petroleum Company mostra a grande escala das operações de mineração de criptomoedas que atuavam anteriormente na China, bem como os problemas que as empresas terão de enfrentar para retirar todos os equipamentos do país.

Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

“A Black Rock utilizará o local para hospedar e operar até 200 mil mineradoras de um milhão de bitcoins, com 300 mil máquinas de mineração em um segundo local em Alberta, e 500 mil em um terceiro local a ser identificado em breve, quando as negociações forem concluídas”, disseram Black Rock e Optimum Ming Host em sua declaração.

No entanto, a declaração não especifica como o custo de operação de todas as plataformas de mineração de criptomoedas será dividido, mas parece que as duas empresas dividirão os custos.

É certamente é algo possível mover 1 milhão de sistemas da China para o Canadá, mas se isso realmente vai acontecer ou não é outra questão. Agora é esperar o prazo de 24 meses para saber se 1 milhão de plataformas de mineração de bitcoins chegarão ao Canadá.

*Com informações Wccftech*


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue Lendo

O que é uma CBDC? Saiba para que serve, como funciona e sobre o andamento da implementação da Central Bank Digital Currency nos países

Homem joga no lixo, por engano, HD com R$ 1 bilhão em bitcoins armazenados e tem novo plano de buscas. Entenda

Grupo Bitcoin Banco é suspeito de desviar R$ 1,5 bilhão que seria destinado a negociações com criptomoedas e PF investiga o caso. Entenda

Mercado Bitcoin, primeira empresa de troca de criptomoedas do Brasil, levanta US$200 milhões em rodada de investimentos. Saiba mais

Banco Mundial recusa apoio na implementação do Bitcoin como uma das moedas oficiais de El Salvador. Entenda

Relatório aponta que 25% de todas as GPUs de gama alta e média produzidas no mundo, no primeiro trimestre de 2021, foram consumidas por mineradores e especuladores de criptomoedas. Saiba mais

Bitcoin: seguindo tendência norte americana, empresas brasileiras iniciam investimentos na criptomoeda, ainda que a passos lentos. Entenda!

Elon Musk anuncia que Tesla voltará a aceitar bitcoins e valor da criptomoeda sobe novamente. Entenda

Especialista em criptomoeda prevê última queda do Bitcoin para o dia 13 de junho e alerta investidores. Entenda

Bitcoin se torna moeda oficial de El Salvador e cotação fica em alta no mercado. Confira