Hackers ligados à Rússia podem estar por trás de ciberataque que afetou mais de mil empresas ao redor do mundo. Entenda - Programadores Brasil
Segurança Digital

Hackers ligados à Rússia podem estar por trás de ciberataque que afetou mais de mil empresas ao redor do mundo. Entenda

2 Mins read

Algumas semanas após o presidente Joe Biden, dos Estado Unidos, implorar a Vladimir Putin, da Rússia, que contivesse o ciberataque, uma gangue de hackers ligada aos russos foi acusada de atacar uma cadeia global de suprimentos de software.

Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

No entanto, acredita-se que o REvil, grupo culpado pelos ataques de ransomware de 30 de maio à JBS, gigante dos frigoríficos, seja também o responsável pelo ciberataque de ao menos 20 provedores de serviços gerenciados, que fornecem serviços de TI para pequenas e médias empresas. Em suma, mais de mil companhias foram impactadas, mas o número deve crescer ainda mais.

Hackers ligados à Rússia podem estar por trás de ciberataque que afetou mais de mil empresas ao redor do mundo. (Imagem: Reprodução/ Bloomberg)

“Com base em uma combinação de provedores de serviços que nos procuraram para obter assistência, juntamente com os comentários que estamos vendo no segmento que estamos rastreando em nosso Reddit, é razoável pensar que isso poderia estar impactando milhares de pequenas empresas”, disse John Hammond, pesquisador de segurança cibernética da Huntress Labs.

Mas, o que é ransomware?

Ransomware é, portanto, um tipo de ataque em que hackers criptografam arquivos de computador e exigem pagamentos para desbloqueá-los. Além disso, esse crime tem sido o mais recente entre uma série de invasões devastadoras que ocorreram nos últimos meses. Com isso, a segurança cibernética tem se tornado uma questão importante de segurança nacional cada vez mais urgente para o governo americano.

Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

Vítimas do ciberataque

Entre as empresas hackeadas, por exemplo, está a Coop, uma das principais redes de supermercados da Suécia, que precisou interromper os trabalhos em mais de 800 filiais porque suas caixas registradoras ficaram inoperantes depois da ação dos hackers.

Segundo o pesquisador da empresa de segurança cibernética ESET, Aryeh Goretsky, até o momento o ataque dos hackers vitimou empresas em 17 países, entre eles: Reino Unido, África do Sul, Canadá, Argentina, México e Espanha.

“O que faz esse ataque se destacar é o efeito cascata do provedor de serviços gerenciados à pequena empresa”, disse Hammond. “A Kaseya lida com grandes empresas até pequenas empresas em todo o mundo, portanto, em última análise, tem o potencial de se espalhar para negócios de qualquer tamanho ou escala”, completou.

Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

FBI no caso dos hackers russos

Então, a Kaseya informou que notificou o FBI sobre o ocorrido, e que até o momento, pelo menos 40 clientes sofreram ataque dos hackers. Segundo, o analista sênior de ameaças da empresa de segurança cibernética Recorded Future Inc., o REvi é o principal suspeito pelo ciberataque. Portanto, a Agência de Segurança de Infraestrutura e Cibersegurança dos EUA está monitorando de perto esta situação para confirmar as suspeitas.

“Estamos trabalhando com a Kaseya e coordenando com o FBI para realizar ações de divulgação às vítimas possivelmente afetadas. Além disso, encorajamos todos os que podem ser afetados a empregar as atenuações recomendadas e que os usuários sigam a orientação da Kaseya para desligar os servidores imediatamente. Como sempre, estamos prontos para ajudar quaisquer entidades afetadas”, alertou Eric Goldestein, diretor-assistente executivo de segurança cibernética, em um comunicado.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue Lendo

LGPD: Lei Geral de Proteção de Dados prevê sanções que vão desde advertências até multas de R$ 50 milhões que começam a ser aplicadas neste mês. Entenda

Malware Coringa retorna ao Google Play para atingir milhares de dispositivos Android. Entenda

Hacker afirma a jornal que vazou dados do LinkedIn apenas por diversão. Confira

Olimpíadas de Tóquio: Vazamento de dados expõe senhas e informações de login de compradores de ingressos e voluntários dos jogos. Saiba mais

Saem do ar páginas operadas pelo grupo hacker REvil, que realiza ataques 'ransomwares' para sequestrar dados de empresas em todo o mundo. Confira

Kaspersky Password Manager: pesquisador aponta falhas no programa de geração de senhas e empresa se pronuncia sobre o caso. Entenda

Falha PrintNightmare: Microsoft lança atualização de segurança emergencial para corrigir vulnerabilidade. Saiba mais

Após identificação da falha PrintNightmare, Microsoft emite comunicado a usuários do Windows: 'atualizem seu PC imediatamente'. Entenda

Muse Group, donos do software de edição Audacity, se pronunciam após polêmica sobre novo termo de uso da ferramenta. Veja

Hackers que atacaram empresa com ransomware nos EUA pedem US$ 70 milhões para liberar os dados roubados. Saiba mais