Nova variante vietnamita da COVID-19 ainda mais transmissível preocupa autoridades de saúde. Saiba mais - Programadores Brasil
Ciência

Nova variante vietnamita da COVID-19 ainda mais transmissível preocupa autoridades de saúde. Saiba mais

2 Mins read
Autoridades de saúde identificaram uma nova cepa da COVID-19 no Vietnã. A variante vietnamita é ainda mais transmissível é vem sendo chamada de híbrido das variantes britânica e indiana. Saiba mais.

Uma nova variante vietnamita da COVID-19 foi identificada e está deixando o país em alerta. O vírus ainda está sob análises, mas, a princípio, há desconfiança de que seja um híbrido entre as variantes britânica e indiana do SARS-CoV-2.

Até pouquíssimo tempo o Vietnã servia como exemplo de contenção do vírus. De acordo com a Universidade Johns Hopkins, o país registrou “apenas” (em contraste com os números internacionais) 47 mortes e 6.396 casos de contágio até Maio. Contudo, metade deste montante seria relativo a acontecimentos do mês de Abril, o que aumenta a preocupação das autoridades de saúde em relação a nova cepa.

Em comunicado, o ministro da Saúde do Vietnã, Nguyen Thanh Long, classificou a variante vietnamita como “muito perigosa”. Segundo ele, o vírus da mutação se acumula rapidamente na garganta e saliva, assim, a transmissibilidade é acelerada.

 “O Vietnã descobriu uma nova variante da Covid-19 que combina características das duas existentes encontradas pela primeira vez na Índia e no Reino Unido. Ela é muito perigosa”

Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

Variante vietnamita é mesmo híbrido?

Variante vietnamita

Apesar de a nova variante estar sendo chamada de híbrido das variantes britânica e indiana, há especialistas que discordem da afirmação.

De acordo com o que disse à CNN o microbiologista Luiz Gustavo de Almeida, pesquisador da USP e do Instituto Questão de Ciência, por exemplo, a variante é resultado de uma mutação do vírus da cepa indiana que se assemelha com a variante do Reino Unido. E não exatamente um híbrido.

“Não é que uma cepa se juntou com a outra, vírus são independentes. O que aconteceu no Vietnã é que a cepa indiana circulava por lá e adquiriu uma mutação igual à variante do Reino Unido, uma mesma mutação que foi identificada em diferentes partes do globo”, explica o pesquisador.

Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) enviou uma equipe de oficinas ao Vietnã para obter mais informações e trazer novos resultados sobre o vírus. Dessa forma, novas informações surgirão em breve.

Com informações: Tecmundo


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue Lendo

Cientistas tentam descobrir se sinal de rádio vindo do centro da Via Láctea trata-se apenas de fenômeno desconhecido ou se é alguma civilização alienígena. Saiba mais

SpaceX divulga primeira imagem da órbita registrada pela nave da missão Inspiration4. Veja

Foguete da SpaceX realiza voo orbital, levando quatro civis ao espaço. Saiba mais

Reino Unida inaugura centro de pesquisa dedicado a lixo espacial. Entenda os detalhes

Projetista-chefe de foguetes chineses divulga plano para acelerar envio de missões tripuladas do país à Lua. Entenda

No Japão, cientistas usam células-tronco de vacas Wagyu para produzir carne 3D. Entenda

Pesquisadores testam efeitos da Covid-19 em morcegos e vídeo registra como o vírus destrói as células do cérebro. Assista

Cientistas testam “Pâncreas artificial” para controlar diabetes em pacientes e concluem eficácia do equipamento inteligente. Entenda 

Dados registrados em smartwatch Fitbit são utilizados em pesquisa sobre sequelas provocadas pela Covid-19. Entenda

Amazônia 1 passa por testes e satélite é aprovado para entrar em operação, anuncia AEB. Confira