Relatório aponta que 25% de todas as GPUs de gama alta e média produzidas no mundo, no primeiro trimestre de 2021, foram consumidas por mineradores e especuladores de criptomoedas. Saiba mais - Programadores Brasil
CriptomoedasMercado de TI

Relatório aponta que 25% de todas as GPUs de gama alta e média produzidas no mundo, no primeiro trimestre de 2021, foram consumidas por mineradores e especuladores de criptomoedas. Saiba mais

2 Mins read

Um relatório divulgado no último dia 15 pela consultoria Jon Peddie Research apontou que mais de 700 mil placas gráficas (GPUs) Add-In-Board (AIB) foram consumidas por mineradores e especuladores de criptomoedas. A pesquisa também revela insights sobre o impacto que a mineração de criptomoedas tem apresentado nas vendas e preços das placas de vídeo.

A empresa especializada em estatísticas e tendências da indústria de computadores verificou que isso representa 25% de todas as GPUs de gama alta e média produzidas no mundo. Isso só no primeiro trimestre de 2021. Quando se olha para os termos monetários, o total fica em US$500 milhões (R$2,5 bilhões).

Veja também: [+] Curso completo de Desenvolvimento de Games

Isso significa dizer não só que a AMD, Nvidia e seus demais parceiros de AIBs tiveram lucros representativos. Os especialistas da Jon Peddie, que acompanham as movimentações desse mercado desde 1985, também identificaram uma queda significativa na taxa de anexação de GPUs aos PCs.

Por exemplo, a otimização comum em PCs gamer chegou a cair 25% das vendas, antes de retornar à taxa histórica de 50%.

 Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

Empresas apresentam diferentes comportamentos em relação à atual situação no mercado (Foto: Divulgação)

Aumento no número de especuladores de criptomoedas dificulta eficiência das pesquisas

Ainda de acordo com a Jon Peddie Research, o superaquecimento do mercado faz com que o modelo estatístico adotado pela empresa já não seja tão preciso. Isso se deve ao fato de que atualmente o mercado reúne não só os mineradores de criptomoedas, mas uma multidão de especuladores, que empregam bots para realizar a compra das placas gráficas e depois as revende em site como o eBay, por até quatro vezes o valor inicial.

Entre as fabricantes, foram identificados diferentes tipos de comportamentos. A AMD aproveita a alta dos preços de suas placcas de vídeo RDNA 2 (Big Navi). Já a Nvidia tem demonstrado mais preocupação com seus consumidores.

Veja também: Banco Central do Kuwait faz alerta sobre riscos de investimentos em criptomoedas no país, entre elas, bitcoin, ethereum e dogecoin. Entenda

Por exemplo, em fevereiro a empresa lançou a CMP HX, uma linha de processadores de mineração de criptomoedas esclusiva para mineradores profissionais. Outra iniciativa foi a de implementar limitadores antimineração em suas placas GeForce RTX Série 30.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue Lendo

Um milhão de plataformas de mineração de Bitcoin de empresa chinesa serão movidas para o Canadá nos próximos 24 meses. Entenda

Empresas oferecem diversas vagas de emprego na área de Tecnologia. Também há chances para oportunidades de estágio no setor. Confira

Homem joga no lixo, por engano, HD com R$ 1 bilhão em bitcoins armazenados e tem novo plano de buscas. Entenda

Vagas na área de TI da PUCRS: universidade oferece 35 oportunidades, com possibilidade de trabalho remoto. Confira

Vagas de emprego na área de TI: empresa de Tecnologia, Qiness, abre 730 oportunidades no Brasil e exterior. Veja como concorrer

Grupo Bitcoin Banco é suspeito de desviar R$ 1,5 bilhão que seria destinado a negociações com criptomoedas e PF investiga o caso. Entenda

Dell oferece programa de relacionamento e vantagens para profissionais de TI, com diversos benefícios. Conheça

Mercado Bitcoin, primeira empresa de troca de criptomoedas do Brasil, levanta US$200 milhões em rodada de investimentos. Saiba mais

Parceria entre Softex e Microsoft oferece curso gratuito de Tecnologia para mulheres. Veja como participar

Grupo Fleury sofre tentativa de ataque cibernético e tem partes de seu site comprometidas. Saiba mais