Mayflower: Navio-robô é projetado para recriar jornada histórica de 400 anos atrás pelo Atlântico. Saiba mais - Programadores Brasil
Ciência

Mayflower: Navio-robô é projetado para recriar jornada histórica de 400 anos atrás pelo Atlântico. Saiba mais

2 Mins read

O Mayflower Autonomous Ship (MAS), um navio-robô sem tripulação, foi projetado para recriar sua jornada histórica através do Atlântico, que aconteceu há 400 anos pelo Mayflower original. O navio iniciou sua jornada nesta semana, partindo de Plymouth, no Reino Unido, em direção a Massachusetts, nos Estados Unidos. O percurso total da viagem será de 3.500 milhas (5.630 Km), e pretende durar cerca de três semanas, segundo os idealizadores do projeto.

Mayflower: Navio-robô é projetado para recriar jornada histórica de 400 anos atrás pelo Atlântico. (Imagem: Oliver Dickinson for IBM/Promare)

Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

No entanto, durante a navegação, o Mayflower desenvolverá experimentos, coletando dados sobre a vida marinha e também amostras de resíduos plásticos. Portanto, o navio-robô não tripulado foi criado para demonstrar o desenvolvimento tecnológico ao longo dos séculos desde que os Peregrinos saíram em direção ao Novo Mundo.

Chamado de trimarã, o veículo tem 15 metros de comprimento e é movido a energia solar. Além disso, o navio-robô é capaz de atingir uma velocidade de até 10 nós, ou seja, 20 Km/h. E com ajuda de inteligência artificial (IA), o Mayflower recebe informações de seis câmeras e 50 sensores.

Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

A navegação começou em Plymouth em direção às ilhas Scilly na última terça-feira (15). Na quarta-feira (16), o navio-robô continuou a viagem entrando em águas internacionais, segundo informações dos desenvolvedores.

Projeto recriado em comemoração ao Mayflower 400

Criado pela empresa de pesquisa oceânica sem fins lucrativos, ProMare, e pela gigante da computação, IBM, o projeto de viagem do MAS faz parte das comemorações oficiais do Mayflower 400.

“Sei que todos na minha equipe estão sentindo o mesmo nó na boca do estômago. Ninguém terminou (uma viagem como esta) ainda, mas o tempo está perfeito para isso”, declarou o diretor do projeto, Brett Phaneuf.

Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

O navio autônomo Mayflower está no oceano Atlântico após uma escala nas ilhas de Scilly. — Foto: Oliver Dickinson for IBM/Promare
O navio-robô Mayflower está no oceano Atlântico após uma escala nas ilhas de Scilly. (Imagem: Oliver Dickinson for IBM/Promare)

Primeira travessia do Mayflower original aconteceu em 1620

Para esclarecer, o Mayflower original era uma embarcação de madeira de três mastros, com 30 metros de comprimento. Além disso, possuía velas longas e atingia uma velocidade máxima de apenas 3 nós, ou seja, 6 Km/h.

A primeira travessia aconteceu no ano de 1620 e transportou 102 passageiros e uma tripulação de cerca de 30 pessoas de Plymouth a Cape Cod, em Massachusetts. A viagem demorou mais de dois meses.

Mas, a versão de 2020 foi projetada com um composto de alumínio, um gerador a diesel de reserva para acompanhar as baterias movidas a energia solar, e a viagem deve durar apenas três semanas. O progresso do navio-robô Mayflower pode ser acompanhado pelo site MAS400.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue Lendo

Dados registrados em smartwatch Fitbit são utilizados em pesquisa sobre sequelas provocadas pela Covid-19. Entenda

Amazônia 1 passa por testes e satélite é aprovado para entrar em operação, anuncia AEB. Confira

Cientistas criam máscaras faciais com biossensores que permitem detecção rápida e precisa de SARS-CoV-2, e de outros patógenos e toxinas. Saiba mais

Spaceship Neptune, balão de alta tecnologia da Space Perspective, levará passageiros à beirada do espaço. Conheça

Inteligência artificial usada em plataforma de telemedicina ajuda a diagnosticar pacientes com Covid-19 e reduzir sobrecarga do SUS. Entenda

NASA quer deixar o espaço “mais acessível” e pretende fazer duas novas missões privadas à estação espacial. Saiba mais

Cientistas utilizam corpo humano como “carregador sem fio” para alimentar dispositivos vestíveis. Entenda

Brasil entra para grupo de países integrantes do acordo espacial da NASA Artemis, que levará homem de volta à Lua. Entenda!

Nasa anuncia fase científica da Missão Mars 2020; Agora o Perseverance parte para coletar amostras em busca de vida

Pesquisadoras brasileiras desenvolvem tecnologia para detecção da COVID-19 pelo celular. Confira