Cientistas de universidade dos EUA criam mecanismo que reverte a direção de ondas sonoras. Entenda - Programadores Brasil
Ciência

Cientistas de universidade dos EUA criam mecanismo que reverte a direção de ondas sonoras. Entenda

1 Mins read
Um projeto desenvolvido por pesquisadores da Universidade do Oregon, nos EUA, pode parar, armazenar e reverter a direção de ondas sonoras. Entenda.

Cientistas da Universidade do Oregon (EUA) criaram um mecanismo com metamaterial capaz de parar e inverter a direção de ondas sonoras.

Veja também: [+] Pacote Python Faixa preta para iniciantes.

A saber, já foram encontradas diversas aplicações tecnológicas para converter pulsos de som em ferramentas, como em escudos acústicos, camuflagens sônicas para submarinos e impressão 3D por exemplo.

Estes recursos são aproveitados a partir do direcionamento e bloqueio das ondas de som. Mas, o projeto liderado pelos pesquisadores Pragalv Karki e Jayson Paulose vai além e é capaz de armazenar (parar) e reverter a direção de ondas sonoras.

“Têm sido fabricados muitos mecanismos capazes de guiar ou bloquear a transmissão de ondas sonoras através de um metamaterial, mas nosso design é o primeiro a parar e reverter dinamicamente um pulso de som”, explica Karki.

A dupla confeccionou filmes finos, além de molas e pesos para construir o metamaterial por onde as ondas sonoras passam e podem ser  direcionadas ou armazenadas para uso posterior.

Reverter a direção de ondas sonoras

Veja também: [+] Pacote Python Faixa preta para iniciantes.

Em resumo, com o modelo criado pelos pesquisadores é possível regular a rigidez, tensão global e flexão do metamaterial. Dessa forma, é possível orientar a transmissão do som em placas finas. Enquanto as duas primeiras características são definidas pela escolha do material, a terceira se torna regulável de modo externo.

“Nosso projeto poderia ser construído em microescala com grafeno e em grandes escalas usando folhas de membrana semelhantes a tambores. Você atinge a cadeia de tambores, criando um padrão particular de som que se move em uma direção, mas, ajustando a tensão dos tambores, podemos parar o som e armazená-lo para uso futuro. Ele pode ser revertido ou manipulado em qualquer número de outros padrões.”, comenta Karki em explicação de como o projeto poderá ser replicável em outras circunstâncias no futuro.

Com informações: Inovação Tecnológica


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *