Dell Brasil monta time com mais de 200 cientistas de dados no país com intuito de desenvolver projetos voltados para segurança pública. Entenda - Programadores Brasil
Curiosidades

Dell Brasil monta time com mais de 200 cientistas de dados no país com intuito de desenvolver projetos voltados para segurança pública. Entenda

2 Mins read

A Dell Brasil montou um time com mais de 200 cientistas de dados para desenvolver projetos que unissem, por exemplo, inteligência artificial e machine learning. O anúncio foi feito durante o e-Fórum Segurança Pública, organizado pela Network Eventos, em parceria com o portal Convergência Digital, na última quinta-feira (27).

Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

Dell Brasil monta time com mais de 200 cientistas de dados no país com intuito de desenvolver projetos voltados para segurança pública (Imagem: Dell Brasil)

Segundo o diretor nacional do setor público da Dell Brasil, Bruno Assaf, a fabricante contratou estes profissionais para antever problemas de seguranças em estabelecimentos públicos e privados. “O mais importante: esses profissionais são brasileiros. Conhecem o Brasil. Sabem que na região Norte, a conexão é muito difícil. Já no Rio, temos as comunidades que também são pontos a serem avaliados. E a partir desse conhecimento, agregam a tecnologia”, observou Bruno Assaf.

Além disso, o executivo mencionou a questão da falta de segurança em bancos e as explosões em caixas eletrônicos. Com novos recursos tecnológicos, hoje há um banco brasileiro capaz de antecipar, por exemplo, quais caixas eletrônicos poderão ser assaltados daqui uma semana. Isso porque antes, as agências pediam projetos de redução das perdas digitais e físicas.  “Era muito assalto. Há cinco anos, fomos procurados e fizemos o projeto para mostrar que a tecnologia é capaz de antever os riscos e buscar as soluções”, explicou.

Veja também: [+] 4 Dicas de Como Escolher Os Melhores Cursos de Programação.

Outros projetos da Dell Brasil

No entanto, a Dell Brasil também fechou um outro projeto importante com o estado do Rio Grande do Sul. Com isso, houve uma crescente de 50% na arrecadação do Estado, simplesmente mudando a parte analítica da gestão para inserir na ponta, junto aos auditores fiscais. “Na compra de medicamentos, antever os gargalos já trouxe quase R$ 1 bilhão de economia”, esclareceu.

Mas, apesar de entender e apoiar a busca por recursos através dos responsáveis pela segurança pública do Brasil, Bruno Assaf ressaltou que há recursos disponíveis para estes fins no BNDS e também no BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). Portanto, eles podem ser utilizados tanto pelos municípios quanto pelos estados, para gerar iniciativas, por exemplo, de cidades mais inteligentes, onde o uso adequado dos dados é vital. 

A seguir, confira a participação do diretor nacional do setor público da Dell Brasil, Bruno Assaf:


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *