Especialistas usam rede Wi-Fi criada por drone para explorar brecha de segurança em um carro da Tesla - Programadores Brasil
Segurança Digital

Especialistas usam rede Wi-Fi criada por drone para explorar brecha de segurança em um carro da Tesla

1 Mins read
Pesquisadores usaram um drone para explorar uma brecha de segurança no sistema de um carro da Tesla. A dupla conseguiu controlar portas, modo de aceleração e outros. Entenda.

A Tesla é uma das maiores montadoras de carros elétricos da atualidade, tendo emplacado o Model 3 como o veículo elétrico mais vendido do mundo em 2020, além de liderar isoladamente o segmento nos EUA. Mas, uma dupla de pesquisadores de segurança resolveram desafiar os sistemas da companhia de Elon Musk e obtiveram sucesso ao usar um drone para explorar uma brecha de segurança em carro da Tesla.

Os especialistas Ralf-Philipp Weinmann, da Kunnamon, e Benedikt Schmotzle, da Comsecuris, escolheram o Tesla Model X para testar a eficiência das redes de segurança da montadora. Para isso, a dupla enviou um drone para sobrevoar o veículo, de modo que o equipamento pôde se aproximar o suficiente para criar uma rede Wi-Fi através da qual explorariam as vulnerabilidades do sistema do veículo.

Foi assim que os pesquisadores conseguiram acessar o controle de entretenimento de bordo do carro. Com efeito, puderam controlar diversas funções do veículo, como por exemplo modos de aceleração, portas, ar-condicionado e músicas. Assim, a demonstração expôs como dispositivos ainda mais discretos poderiam facilmente invadir os sistemas do carro.

Veja também: [+] Compre seu Drone com Super Desconto na Amazon (clique aqui).

Atualização corrige brecha de segurança em carro da Tesla

Brecha de segurança em carro da Tesla

A motivação por encontrar é explorar uma brecha de segurança em um carro da Tesla veio em razão da competição Pwn2Own, que daria uma carro para pesquisadores que encontrassem alguma vulnerabilidade como essa. Entretanto, em razão da pandemia de COVID-19, a organização do prêmio decidiu cancelar a categoria em que Weinmann e Schmotzle participariam.

Isso não impediu que os dois continuassem a estudar a brecha no sistema do Model X. Surpreendente, os pesquisadores também afirmaram que a mesma falha existia nos Model S, Model 3 e Model Y. Por fim, a dupla reportou o problema à Tesla.

Veja também: [+] Compre seu Drone com Super Desconto na Amazon (clique aqui).

Apesar da pesquisa só ter se tornado pública na última semana, tudo isso aconteceu em 2020. Assim, em Outubro do mesmo ano, após o reporte, a Tesla já havia enviado uma atualização para a correção das brechas.

Com informações: G1


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *