Sonda da Nasa captura imagem de água congelada em Marte que mostra cratera de 5 Km de diâmetro derretendo no planeta Vermelho. Saiba mais - Programadores Brasil
Ciência

Sonda da Nasa captura imagem de água congelada em Marte que mostra cratera de 5 Km de diâmetro derretendo no planeta Vermelho. Saiba mais

2 Mins read

A Nasa descobriu através de uma sonda enviada a Marte que existe água congelada no planeta Vermelho. A imagem divulgada pela Agência Espacial foi capturada em fevereiro pela Mars Reconnaissance Orbiter, que procura por água líquida no planeta. A foto impressionante mostra dunas de areia congeladas dentro de uma enorme cratera marciana de 5 Km de diâmetro.

Veja também: [+] Pacote Full Stack para Iniciantes em Programação.

O clique foi feito a cerca de 315 km acima da superfície de Marte. Portanto, a sonda precisou utilizar sua câmera potente de alta resolução HiRISE (Experimento Científico de Imagem de Alta Resolução), localizada na própria sonda. Na foto, detalhes das ravinas do planeta vermelho aparecem com nitidez e riqueza de detalhes. Ou seja, ravinas são espécies de barrancos que se formam enquanto o gelo  vai derretendo de acordo com a mudança das estações.

No entanto, os cientistas já identificaram dois tipos de gelos em Marte. Um deles é o gelo carbônico, que cobre uma calota do pólo norte marciano. O outro tipo é a água congelada convencional, que ocupa então 1,2 milhões de quilômetros cúbicos. Ou seja, essa distância equivale a duas vezes o Mar Negro, encontrado na Europa.

Veja também: [+] Compre seu Drone com Super Desconto na Amazon (clique aqui).

Sonda da Nasa captura imagem de água congelada em Marte que mostra cratera de 5 Km de diâmetro derretendo no planeta Vermelho. (Foto: NASA/JPL-Caltech University of Arizona)

A sonda

A sonda Mars Reconnaissance Orbiter busca evidências foi enviada a Marte em 2006 e, desde então, busca por evidências de que toda essa água já possa fluir no solo marciano há muito tempo. Além disso, a imagem recente prova que as águas derretidas estão formando ravinas junto com outras fotografias já divulgadas nos últimos anos.

“Várias das encostas de dunas mais íngremes, apontando na direção do vento, apresentam sulcos estreitos que sugerem o início da formação de ravinas”, confirmou a agência espacial, em comunicado.

Segundo a Nasa, a superfície do campo principal de dunas de Marte apresenta uma série de padrões poligonais de tons escuros. Portanto, este pode ser o resultado de um processo de geada sazonal.

Veja também: [+] Pacote Python Faixa preta para iniciantes.

“O fundo da cratera contém uma variedade de texturas, incluindo padrões lobados e listrados que indicam degelo sazonal causado pela sublimação do gelo”, disse a agência espacial norte-americana.

Mas, os especialistas acreditam que possam existir outras ravinas localizadas em outras áreas do planeta. Isto porque as dunas apresentam padrões distintos e sedimentos incomuns aos outros fenômenos já vistos antes. Então, a Nasa disse que pretende continuar os estudos para descobrir como essas ravinas se formaram em Marte.

Para esclarecer, a Mars Reconnaissance Orbiter possui seis instrumentos a bordo. Com eles, a sonda pretende ajudar a responder todas estas questões em aberto, junto ao rover Curiosity também em órbita em Marte. Portanto, a previsão é que a Nasa continue os trabalhos no planeta Vermelho pelo menos até 2030.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue Lendo

Cientistas tentam descobrir se sinal de rádio vindo do centro da Via Láctea trata-se apenas de fenômeno desconhecido ou se é alguma civilização alienígena. Saiba mais

SpaceX divulga primeira imagem da órbita registrada pela nave da missão Inspiration4. Veja

Foguete da SpaceX realiza voo orbital, levando quatro civis ao espaço. Saiba mais

Reino Unida inaugura centro de pesquisa dedicado a lixo espacial. Entenda os detalhes

Projetista-chefe de foguetes chineses divulga plano para acelerar envio de missões tripuladas do país à Lua. Entenda

No Japão, cientistas usam células-tronco de vacas Wagyu para produzir carne 3D. Entenda

Pesquisadores testam efeitos da Covid-19 em morcegos e vídeo registra como o vírus destrói as células do cérebro. Assista

Cientistas testam “Pâncreas artificial” para controlar diabetes em pacientes e concluem eficácia do equipamento inteligente. Entenda 

Dados registrados em smartwatch Fitbit são utilizados em pesquisa sobre sequelas provocadas pela Covid-19. Entenda

Amazônia 1 passa por testes e satélite é aprovado para entrar em operação, anuncia AEB. Confira