Hacker suspeito pelo vazamento de dados de 223 milhões de brasileiros é preso pela PF em Minas Gerais. Confira - Programadores Brasil
Segurança Digital

Hacker suspeito pelo vazamento de dados de 223 milhões de brasileiros é preso pela PF em Minas Gerais. Confira

1 Mins read
A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira (19), em Uberlândia (MG), o hacker suspeito pelo megavazamento de dados de 223 milhões de brasileiros divulgado no início da semana. Confira.

No início da semana veio à tona um enorme vazamento de dados de 223 milhões de brasileiros. Passado alguns dias, as investigações levaram a Polícia Federal a prender o primeiro hacker suspeito pelo cibercrime.

De acordo com a PF, Marcos Roberto Correia da Silva seria o responsável pelo megavazamento que comprometeu informações sigilosas, como nome, CPF, CNPJ e endereço de milhões de pessoas.

Assim, nesta sexta-feira (19), agentes federais que participam da operação batizada de DeepWater conduziram a apreensão do sujeito em Uberlândia , Minas Gerais.

Veja também: [+] Pacote Python Faixa preta para iniciantes.

A saber, o hacker suspeito já é um velho conhecido da polícia que, usando o codinome VandaTheGod teria efetuado uma série de invasões a sites do governo em 2019. Além disso, também é investigado por expor informações de ex-servidores e ex-ministros do TSE em 2020.

Hacker suspeito
Polícia Federal ainda investiga o envolvimento de terceiros no megavazamento

Mas o inquérito ainda está em andamento e a polícia agora investiga o envolvimento de um segundo hacker, que teria ilegalmente vendido o conteúdo do vazamento nas suas redes sociais.

Veja também: [+] Pacote Python Faixa preta para iniciantes.

No total, a PF cumpre 4 mandatos de busca e apreensão em Petrolina (PE), um mandado de prisão preventiva e um mandado de busca e apreensão em Uberlândia. Todas ordens judiciais expedidas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Morais.

Com informações: O Globo


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *