Em Marte, Perseverance da NASA usa processador PowerPC 750 de iMac original da Apple de 1998. Entenda - Programadores Brasil
CiênciaCuriosidades da Apple

Em Marte, Perseverance da NASA usa processador PowerPC 750 de iMac original da Apple de 1998. Entenda

2 Mins read

A Nasa enviou para Marte no mês passado o rover Perseverance. O que muita gente não imagina é que, para dar vida à máquina, a agência espacial utilizou um processador PowerPC 750, utilizado no iMac original da Apple 23 anos. Ou seja, trata-se de um desktop com tampa traseira colorida e transparente, considerado um ícone para o ano de seu lançamento, 1998.

Em Marte, Perseverance da Nasa usa processador PowerPC 750 de iMac original da Apple de 1998. (Imagem: NASA/JPL-Caltech)

Por que usar um chip tão antigo?

Veja também: [+] Iphones de diversos modelos com super desconto na Amazon.

A revista NewScientist relatou que não teria nada a ver com custo. Mas, o fato é que esses processadores mais antigos apresentam alta confiabilidade se comparados com os mais recentes. A espaçonave Orion da Nasa, por exemplo, também usou o RAD750 da Perseverance, em 2014.

“Comparado com o [Intel] Core i5 do seu notebook, [o RAD750] é muito mais lento. E, provavelmente, não é mais rápido do que o chip do seu smartphone. Mas, a decisão não tem a ver com velocidade, e sim sobre a robustez e confiabilidade”, explicou Matt Lemke, vice-gerente da Nasa para aviônicos da Orion, ao The Space Review, na ocasião.

Como é o funcionamento do PowerPC 750?

Veja também: [+] Compre seu Macbook Air com super Desconto na Amazon

É um chipset de núcleo único de 233 MHz. Mas, em comparação às frequências de mais de 5,0 GHz de múltiplos núcleos que os chips de consumo modernos podem alcançar, 233 MHz é algo bem lento. No entanto, o 750 foi o pioneiro na incorporação da previsão de ramificação dinâmica. Esta, inclusive, até hoje se usa em processadores mais modernos.

Em suma, a arquitetura da CPU tem o objetivo de adivinhar quais instruções ela terá que processar para a melhoria da eficiência. Ou seja, quanto mais informações, melhor se torna o chip em identificar o que será feito a seguir.

E se o nome PowerPC parece familiar, é por causa das CPUs serem da arquitetura RISC. A Apple teria usado essa tecnologia em seus computadores antes de mudar para a Intel. No entanto, atualmente, a Maçã já começou a utilizar seus próprios processadores M1.

Perseverance da Nasa usa processador Motorola PowerPC 750 com cache L2 off-die no módulo da CPU de um Power Mac G3. (Imagem: Henrik Wannheden)

Diferenças entre CPU do iMac e do rover Perseverance

Veja também: [+] Compre seu Macbook Pro com super Desconto na Amazon

A BAE Systems é a responsável pela fabricação da versão endurecida por radiação do PowerPC 750. Apelidada de RAD750, ela pode suportar temperaturas entre 55 e 125 graus Celsius. Isso porque Marte não possui o mesmo tipo de atmosfera da Terra, que nos protege dos raios solares. Por isso, bastaria apenas um flash de luz solar para acabar com o rover antes mesmo de sua aventura começar.

Levando tudo isso em consideração, é plausível que a Nasa tenha feito escolha de tecnologias mais antigas ao invés das mais modernas. Afinal, quando se gasta mais de US$ 200 mil em cada processador, e US$ 2,7 bilhões para pousar um robô em Marte, é extremamente importante que sua tecnologia seja confiável o bastante para resistir ao tempo.

Atualmente, o RAD750 está presente em cerca de 100 satélites que orbitam no entorno da Terra. Portanto, estes equipamentos possuem GPS com imagens e dados meteorológicos, além de diversos satélites militares. No entanto, nenhum deles falhou até o momento.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue Lendo

Cientistas tentam descobrir se sinal de rádio vindo do centro da Via Láctea trata-se apenas de fenômeno desconhecido ou se é alguma civilização alienígena. Saiba mais

Apple traz de volta MagSafe e outras melhorias em seus novos MacBooks Pro 2021. 

iPhone 13 Pro hackeado: Hackers chineses invadem a segurança do iOS 15 durante competição. Saiba mais

Apple anuncia novo MacBook Pro de 14” e 16”, 64 GB de RAM, até 8 TB de armazenamento, e preço a partir de R$ 26 mil. Confira

Apple anuncia novo evento para esta segunda, 18. Marca deve apresentar detalhes sobre novo MacBook Pro. Confira

União Europeia pode forçar Apple a Adotar o USB-C como porta padrão de carregamento. Entenda.

Em próximo evento da Apple, empresa pode revelar nova linha de MacBook e AirPod. Saiba mais

Luna Display agora é capaz de transformar seu iPad em uma segunda tela para dispositivos Windows. Entenda

Apple anuncia evento para 18 de outubro após meses de rumores sobre novo Mac. Saiba mais

Ex-funcionário da Apple, acusado de vazar segredos comerciais, agora está sob investigação criminal. Entenda o caso