Facebook toma medidas drásticas para combater desinformação e discurso de ódio em Grupos da rede social. Entenda - Programadores Brasil
Facebook

Facebook toma medidas drásticas para combater desinformação e discurso de ódio em Grupos da rede social. Entenda

2 Minutos de Leitura

O Facebook tem trabalhado bastante para diminuir a propagação de desinformação e discursos de ódio em Grupos criados na rede social. Então, a companhia informou que está tomando medidas mais drásticas para que os internautas tenham o mínimo de contato com conteúdos considerados prejudiciais para a disseminação de notícias.

Facebook toma medidas drásticas para combater desinformação e discurso de ódio em Grupos da rede social. (Imagem: Divulgação/Facebook)

Veja também: [+] Os melhores Smartphones com super desconto na Amazon. Clique e confira.

O anúncio sobre as novas medidas é, portanto, do diretor de engenharia do Facebook, Tom Alison, em um comunicado oficial, nesta quarta-feira (17).

“Sabemos que temos uma grande responsabilidade quando ampliamos as recomendações de conteúdo. Enquanto trabalhamos para garantir a não-recomendação de Grupos com conteúdo potencialmente nocivo ou de baixa qualidade às pessoas, ao mesmo tempo, tentamos tomar cuidado para não penalizar Grupos de alta qualidade que abordam assuntos similares”, disse o executivo.

No entanto, tudo o que o Facebook havia feito até então era ocultar comunidades que tratassem de assuntos cívicos e políticos das buscas para usuários dos EUA. Isso mesmo podendo convidar um amigo diretamente para o grupo. 

Veja também: [+] Iphones de diversos modelos com super desconto na Amazon.

Mas, agora o Facebook expandirá esse tipo de política de segurança para outros países, em nível global. Portanto, a ideia é que quanto mais grupos violarem as regras do serviço, mais “para baixo” ele aparecerá nos resultados de pesquisas.

Medidas drásticas

Uma novidade sobre o novo recurso para a limitação de conteúdos nocivos é que o Facebook então notificará o usuário que tentar entrar em grupo que já violou repetidamente as políticas da rede social. “Limitaremos as notificações de convite para esses Grupos, a fim de que seja menos provável que as pessoas comecem a participar deles”, explicou Alison.

Facebook, portanto, notificará o usuário que tentar entrar em grupo que já violou as políticas da rede social várias vezes. (Imagem: Divulgação/Facebook)

Além disso, outra medida drástica que a gigante da rede social tomará é que os administradores e moderadores de Grupos terão que revisar, obrigatoriamente, conteúdos considerados tóxicos antes de irem para o ar. 

Veja também: [+] Compre seu Notebook com super Desconto na Amazon.

Do contrário, membros que infringirem as regras poderão até ser bloqueados e impedidos de publicar em qualquer outro grupo que participe. Inclusive para outros grupos que tratem de assuntos totalmente diferentes.

“Ele também não será capaz de convidar outras pessoas para nenhum grupo e não poderá criar novos grupos. O objetivo dessas medidas é ajudar a diminuir o alcance que buscam usar nossas plataformas com propósitos nocivos, além de aprimorar as restrições existentes que implementamos no ano passado. Sempre podemos fazer mais para manter os Grupos do Facebook seguros”, finalizou Tom Alison.


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *