Escassez de chips deve deixar smartphones da Xiaomi mais caros, confirma o presidente da marca. Entenda - Programadores Brasil
Celulares e Smartphones

Escassez de chips deve deixar smartphones da Xiaomi mais caros, confirma o presidente da marca. Entenda

1 Mins read
Presidente da Xiaomi confirma alta nos preços de produtos da fabricante devido a escassez de chips e outros componentes eletrônicos que já atinge toda a indústria de smartphones. Entenda.

A falta de componentes eletrônicos, sobretudo a escassez de chips, alcançou a indústria dos smartphones. Com efeito, de acordo com o CEO da Xiaomi, Xiang Wang, a empresa pode ter que entregar smartphones mais caros para os consumidores.

Vale ressaltar que a Xiaomi ficou conhecida fora da China por oferecer um atrativo custo-benefício. A marca costuma equilibrar qualidade em hardware e outros recursos por um preço competitivo.

Contudo, a crise geral da escassez de chips, que já força a Samsung a adiar o lançamento do Galaxy Note 21, também deve fazer com que a fabricante chinesa repasse os eventuais custos adicionais provenientes da baixa oferta para o preço final de seus produtos.

Veja também:[+] Celulares Xiaomi a partir de R$ 789,00 na Amazon. Confira.

Assim, segundo Xiang Wang em teleconferência nesta quarta-feira (24), a Xiaomi “certamente continuará a otimizar os custos dos dispositivos de hardware”. No entanto, “às vezes, poderá ter que repassar parte do aumento de custo para o consumidor, em diferentes casos”.

Xiaomi Mi 11 (padrão) já custa até R$ 6.000

Escassez de chips

A saber, a Xiaomi acaba de confirmar o lançamento dos smartphones Xiaomi Mi 11 Pro e Xiaomi Mi 11 Ultra para 29 de Março. Assim, fica a expectativa de quais serão os preços praticados pela marca com os novos lançamentos.

Veja também:[+] Celulares Xiaomi a partir de R$ 789,00 na Amazon. Confira.

A versão padrão, Xiaomi Mi 11, conta com snapdragon 888, 8 GB de RAM, até 256 GB de armazenamento interno, bateria de 4.600 mAh, conectividade 5G e mais. No site internacional da fabricante, as variantes do smartphone custam o equivalente a R$ 5.400 e R$ 6.000.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *