Desenvolvedores chineses testam recurso que viola política anti-rastreamento da Apple em aplicativos como TikTok. Entenda o caso - Programadores Brasil
Curiosidades da Apple

Desenvolvedores chineses testam recurso que viola política anti-rastreamento da Apple em aplicativos como TikTok. Entenda o caso

2 Mins read

A Apple pode ter sua política anti-rastreamento violada por desenvolvedores na China. Aplicativos chineses, como TikTok, por exemplo, estão testando um novo identificador para rastrear usuários do iPhone mesmo sem seu consentimento. 

Veja também: [+] Iphones de diversos modelos com super desconto na Amazon.

Segundo um relatório divulgado pelo site Financial Times, nesta terça-feira (16), o governo chinês parece estar trabalhando em um recurso capaz de monitorar usuários do iOS mesmo sem suas permissões diretas para exibir anúncios direcionados.

Os aparelhos da Apple, portanto, possuem um recurso de privacidade, chamado App Tracking Transparency, ou seja, “transparência no rastreamento de apps”, em tradução livre. O dispositivo então obriga que todos os aplicativos da App Store peçam permissão direta aos usuários antes de rastrearem suas informações para mostrarem publicidades a eles. 

Veja também: [+] Compre seu iPhone 11 Pro com super desconto na Amazon.

Esse tipo de monitoramento de atividades ocorre através do sistema IDFA da Apple. Em suma, ele oferece dados como cliques em anúncios e apps que estejam instalados no celular do usuário.

TikTok e outros aplicativos chineses podem evitar política anti-rastreamento da Apple. (Imagem: Anna Kellen Bull/TechTudo

Ferramenta anti-rastreamento CAID

O CAID, nova ferramenta que está sendo testada pela Associação de Publicidade da China, pode introduzir um novo identificador. Então, este recurso será capaz de trocar o IDFA para continuar rastreando informações dos usuários. 

E, para a surpresa de alguns, o método já está sendo usado como teste por companhias e anunciantes, como ByteDance, dona do TikTok, e a Tecent, ambas gigantes chinesas.

Veja também: [+] Compre seu iPhone 11 Pro Max com super desconto na Amazon.

Mesmo assim, é possível que a Apple consiga descobrir e bloquear os aplicativos chineses que usarem o CAID da App Store. Mas, a Maçã pode entrar num impasse capaz de gerar conflitos com a China. Principalmente, se outras tecnologias chinesas tiverem interesse em substituir o IDFA nos apps.

No entanto, contrariando as expectativas da China, a Apple pretende lançar o App Tracking Transparency na App Store, a partir do iOS 14.5. A atualização deve chegar para os usuários de iPhone ainda em março.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *