Bitcoin pode substituir melhor o ouro do que o dólar por causa de sua volatilidade, afirma presidente do Federal Reserve (Fed). Entenda - Programadores Brasil
Criptomoedas

Bitcoin pode substituir melhor o ouro do que o dólar por causa de sua volatilidade, afirma presidente do Federal Reserve (Fed). Entenda

2 Mins read

O presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, afirmou que o bitcoin (BTC) poderia ser um melhor substituto do ouro, mas não do dólar. A afirmação aconteceu nesta segunda-feira (22), durante evento do Banco de Compensações Internacionais (BIS). O executivo opinou que a criptomoeda não é particularmente interessante como meio de pagamento por ser muito volátil.

Veja também: [+] Pacote Full Stack para Iniciantes em Programação.

Criptoativos são altamente voláteis, como o bitcoin, e por isso não são muito úteis como reserva de valor. Eles não são apoiados por nada, são ativos especulativos”, disse Powell. “Essencialmente, é mais um substituto para o ouro do que para o dólar”, afirma o presidente da Fed.

No entanto, outros tipos de moedas digitais podem apresentar mais estabilidade que as principais criptomoedas do mercado como meios de pagamento. Powell explicou ainda que as chamadas stablecoins, que têm vínculo com alguma moeda fiduciária como o dólar podem ser uma “evolução” dos criptoativos.

Veja também: [+] Pacote Full Stack para Iniciantes em Programação.

“As stablecoins ​​podem ter um papel a desempenhar com a regulamentação apropriada, mas esse papel não será de formar a base de um novo sistema monetário global”, afirmou Powell. O presidente da Fed também falou que uma moeda global, administrada por uma empresa privada, “merecerá e receberá o mais alto nível de expectativas regulatórias”.

Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (Fed), diz que Bitcoin pode substituir melhor o ouro do que o dólar por causa de sua volatilidade. (Imagem: Brookings Institution/Flickr)

Dólar digital e dinheiro físico

No entanto, na última quinta-feira (18), Jerome Powell havia dito que as criptomoedas de bancos centrais, ou CBDCs, além de um futuro dólar digital, devem coexistir com as cédulas e outras formas de dinheiro através de um sistema monetário mais flexível. Mas, segundo o executivo da Fed, moedas digitais estatais precisariam se integrar ao sistema de pagamentos já existente para obter sucesso.

Veja também: [+] Pacote Full Stack para Iniciantes em Programação.

“Um relatório recente do Banco de Compensações Internacionais e de um grupo de sete bancos centrais, que inclui a Fed, avaliou a viabilidade das CBDCs em ajudar os bancos centrais a cumprirem seus objetivos de políticas públicas”, declarou Powell em discurso durante uma conferência em Basel, na Suíça.

Além disso, o presidente da Fed destacou uma das conclusões do relatório. Para esclarecer, Powell disse que o grupo internacional entende que as CBDCs devem “coexistir com cédulas e com outros tipos dinheiro em um sistema de pagamentos flexível e inovador”.

Veja também: [+] Pacote Full Stack para Iniciantes em Programação.

Portanto, a implementação global desse tipo de criptomoeda  “envolve múltiplas jurisdições”. Segundo Powell, seria necessário que os países trabalhassem juntos na regulamentação por meio de fóruns internacionais e encontros, como os do G7 e G20. Isso para que um sistema como esse pudesse avançar, de fato.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *