Huawei registra patente de tecnologia que pode prolongar a vida útil das baterias de íon-lítio. Confira - Programadores Brasil
Curiosidades da Huawei

Huawei registra patente de tecnologia que pode prolongar a vida útil das baterias de íon-lítio. Confira

1 Mins read
O registro de uma nova patente mostrou que a Huawei está trabalhando em uma tecnologia para prolongar a vida útil de baterias de íon-lítio. Confira
A Huawei finalmente emplacou uma antiga solicitação de patente para uma tecnologia que promete prolongar a vida útil das baterias de íon-lítio. A saber, o registro foi aceito pelo órgão responsável do país no último dia 2 de Fevereiro.

A Huawei finalmente emplacou uma antiga solicitação de patente para uma tecnologia que promete prolongar a vida útil das baterias de íon-lítio. A saber, o registro foi aceito pelo órgão responsável do país no último dia 2 de Fevereiro.

Os documentos descrevem o uso de silício-carbono para a composição dos acumuladores, além de uma camada de material alcalino para o revestimento do núcleo. O cerne do dispositivo também conta com um esqueleto de grafite.

Veja também: [+] Compre seu celular Huawei na Amazon a partir de R$899,00.

A intenção então é, com o formato poroso do composto, diminuir o atrito entre o material de silício e os eletrólitos no projeto. Com efeito, a taiwanesa conseguiria reduzir os colaterais provenientes do consumo de energia e, portanto, prolongar a vida útil das baterias de íon-lítio.

Ademais, o esqueleto de grafite do núcleo pode conter as expansões volumétricas e conseguintes contrações. Dessa forma, é possível manter melhor a estabilidade estrutural e densidade de energia.

Veja também: [+] Compre seu celular Huawei na Amazon a partir de R$899,00.

A tecnologia é atraente para o mercado de celulares, porém não há previsão para a sua chegada em dispositivos da Huawei. Além disso, a empresa pode nem mesmo chegar a tirar o projeto dos papéis, uma vez que patentes não são garantias de implementação, mas sim possíveis projetos para o futuro.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *