Cientistas da NASA afirmam que alguns organismos da Terra têm chance de sobreviver em Marte. Entenda - Programadores Brasil
Ciência

Cientistas da NASA afirmam que alguns organismos da Terra têm chance de sobreviver em Marte. Entenda

2 Mins read

Cientistas da NASA e do Centro Aeroespacial Alemão lançaram vários organismos fúngicos e bacterianos na estratosfera, em 2019. Agora, eles publicaram um artigo sobre suas descobertas, onde discutiram como os esporos do bolor negro sobreviveram à viagem até Marte.

 Veja também: [+] Pacote Python Faixa preta para iniciantes.

O experimento da NASA foi chamado de MARSBOx, sigla para Microbes in Atmosphere for Radiation, Survival, and Biological Outcomes Experiment. Ou seja, Experimento com Micróbios na Atmosfera para Radiação e Resultados de Sobrevivência Biológica. Este é o nome do recipiente de alumínio que levou os organismos até Marte.

Segundo o artigo, a estratosfera, que é a segunda maior camada da atmosfera terrestre, fica acima da camada de ozônio. Ela tem condições que se assemelham muito ao planeta vermelho. Além disso, é o lugar perfeito para enviar amostras a fim de descobrir se elas sobreviveriam em Marte.

No entanto, o microorganismo só poderia viver na superfície de Marte, temporariamente, para ser mais preciso. Mas, os pesquisadores descobriram que os esporos poderiam ser revividos depois que eles voltassem para cá. A equipe, então, colocou esporos de fungos e bactérias dentro do recipiente de alumínio MARSBOx.

Pesquisa da NASA afirma que alguns organismos da Terra têm chance de sobreviver em Marte. (Imagem: Nasa/Divulgação)

Procedimentos realizados

 Veja também: [+] Pacote Full Stack para Iniciantes em Programação.

Havia duas camadas de amostra dentro do contêiner. Com a inferior sendo protegida da radiação para que a NASA pudesse separar os efeitos da radiação dos efeitos de outras condições ambientais. Depois disso, um balão carregou o recipiente para a estratosfera. Então, as amostras se submeteram a condições semelhantes às de Marte. Elas também ficaram expostas à radiação ultravioleta mil vezes mais do que os níveis que causam queimaduras solares.

Katharina Siems, membro da equipe do Centro Aeroespacial Alemão, disse que “com missões tripuladas de longo prazo a Marte, precisamos saber como os microrganismos associados aos humanos sobreviveriam no Planeta Vermelho. Isso porque pois alguns podem representar um risco à saúde dos astronautas. Além disso, alguns micróbios podem ser inestimáveis ​​para a exploração espacial. Eles podem nos ajudar, por exemplo, a produzir alimentos e suprimentos materiais independentemente da Terra. O que será crucial quando estivermos longe de casa”.

Contaminação no espaço

 Veja também: [+] Pacote Full Stack para Iniciantes em Programação.

No ano passado, cientistas da NASA atualizou suas políticas para refletir sobre seu compromisso em prevenir a contaminação humana na Lua e em Marte. A agência quer ter certeza de que não levará organismos ou outros contaminantes da Terra para outros mundos sem ter certeza de sua não-contaminação. Pois isso pode comprometer a busca por vida extraterrestre.

Trazê-los de outros mundos para a Terra também pode afetar negativamente o meio ambiente. Em suma, Siems explicou que experimentos como a missão MARSBOx “é uma maneira importante de ajudar a explorar todas as implicações das viagens espaciais na vida microbiana. A partir disso, será possível direcionar esse conhecimento para incríveis descobertas espaciais”, afirmou a pesquisadora.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue Lendo

Cientistas tentam descobrir se sinal de rádio vindo do centro da Via Láctea trata-se apenas de fenômeno desconhecido ou se é alguma civilização alienígena. Saiba mais

SpaceX divulga primeira imagem da órbita registrada pela nave da missão Inspiration4. Veja

Foguete da SpaceX realiza voo orbital, levando quatro civis ao espaço. Saiba mais

Reino Unida inaugura centro de pesquisa dedicado a lixo espacial. Entenda os detalhes

Projetista-chefe de foguetes chineses divulga plano para acelerar envio de missões tripuladas do país à Lua. Entenda

No Japão, cientistas usam células-tronco de vacas Wagyu para produzir carne 3D. Entenda

Pesquisadores testam efeitos da Covid-19 em morcegos e vídeo registra como o vírus destrói as células do cérebro. Assista

Cientistas testam “Pâncreas artificial” para controlar diabetes em pacientes e concluem eficácia do equipamento inteligente. Entenda 

Dados registrados em smartwatch Fitbit são utilizados em pesquisa sobre sequelas provocadas pela Covid-19. Entenda

Amazônia 1 passa por testes e satélite é aprovado para entrar em operação, anuncia AEB. Confira