Físicos criam primeiros cristais de elétrons após 86 anos de tentativas. Entenda. -
Ciência

Incrível: Físicos criam primeiros cristais de elétrons após 86 anos de tentativas. Entenda.

1 Minutos de Leitura
Após 86 anos da proposição do físico Eugene Wigner para a reprodução de cristais de elétrons,cientistas finalmente conseguem realizar a experiência. Entenda.
Após 86 anos da proposição do físico Eugene Wigner para criação de cristais de elétrons, cientistas finalmente foram capazes de reproduzir a experiência.

Após 86 anos da proposição do físico Eugene Wigner para criação de cristais de elétrons, cientistas finalmente foram capazes de reproduzir a experiência.

Veja também: [+] Compre seu Drone com Super Desconto na Amazon (clique aqui).

Segundo a teoria de Wigner, se mantida a densidade dos elétrons carregados negativamente abaixo de um determinado nível, seria possível formar um padrão repetitivo para criar um cristal de elétrons. Assim, seria preciso executar a difícil tarefa de manter os elétrons cineticamente estabilizados.

Sobre essa dificuldade, declara o físico Kin Fai Mak, da Universidade Cornell:

“Os elétrons são mecânicos quânticos. Mesmo que você não faça nada com eles, eles estão se mexendo espontaneamente o tempo todo […] Um cristal de elétrons teria realmente a tendência de derreter porque é muito difícil manter os elétrons fixos em um padrão periódico”.

Surpreendentemente, como não se esperasse mais, o grupo de cientistas conseguiu estabilizar as partículas subatômicas  prendendo-as entre duas camadas semicondutoras de tungstênio bidimensionais. 

Veja também: [+] Compre seu Drone com Super Desconto na Amazon (clique aqui).

Para realizar o feito, a equipe fez uso de camadas isolantes de nitreto de boro hexagonal, chamada super-rede moiré. Assim, o dispositivo serve como uma “armadilha de elétrons” , projetando fortes campos magnéticos.

Super-rede amoré

A equipe de Cornell então usou dissulfeto de tungstênio (WS2) e disseleneto de tungstênio (WSe2), cultivados na Universidade de Columbia, como camadas semicondutoras. Por fim, os cientistas conseguiram recriar os cristais de elétrons, ou cristais de Wigner, segundo  sua teoria.

Os resultados, imagens e detalhes da pesquisa você encontra na revista Nature, que publicou o estudo dos pesquisadores.

Confira outra descoberta recente incrível : “Europa: Conheça a lua de Júpiter que possui oceanos que brilham no escuro.


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *