Cientistas transformam Tijolos em condutores de Carga Elétrica. Veja. - Programadores Brasil
Curiosidades

Cientistas Americanos utilizam substâncias químicas para transformar Tijolos em Baterias com carga elétrica. Veja.

2 Minutos de Leitura
Pesquisadores conseguiram transformar tijolos em baterias com carga elétrica, e em seguida, ativaram uma luz LED.
Pesquisadores conseguiram transformar tijolos em baterias com carga elétrica, e em seguida, ativaram uma luz LED.
Pesquisadores conseguiram transformar tijolos em baterias com carga elétrica, e em seguida, ativaram uma luz LED.

Pesquisadores da Universidade de Washington em St. Louis, nos EUA, conseguiram transformar tijolos em baterias com carga elétrica.

Os tijolos são excelentes para absorver calor. E, de acordo com um novo estudo publicado na Nature Communications, também podem ser desenvolvidos para armazenar energia.

Veja também: [+] Aprenda tudo sobre o Prompt de Comando nos cursos a partir de R$29,90 na Udemy. Clique e Confira.

Métodos utilizados para transformar tijolos em baterias

Os tijolos recebem sua tonalidade de um óxido de ferro chamado hematita, que é encontrado nas rochas e no solo que os humanos usam como pigmento há 73 mil anos.

Contudo, quando a hematita é exposta ao ácido, ela se dissolve. Com isso, os pesquisadores adicionam algumas fibras condutoras que ao final, é capaz de armazenar e conduzir eletricidade.

Pensando nisso, os químicos autores do estudo desenvolveram um método para modificar os tijolos com o objetivo de permitir o armazenamento de eletricidade que pode ser usada para alimentar dispositivos.

Os tijolos recebem sua tonalidade de um óxido de ferro chamado hematita, que é dissolvida ao ser exposta ao ácido.
Os tijolos recebem sua tonalidade de um óxido de ferro chamado hematita, que é dissolvida ao ser exposta ao ácido.

Para realizar a experiência, os autores revestiram os tijolos com um gás feito de uma molécula em particular. Como os tijolos são porosos, esse gás entrou em todos os recantos dos tijolos.

Quando essa molécula interagiu com a hematita, desencadeou uma reação de polimerização, criando um polímero conhecido como PEDOT, que pode armazenar e conduzir eletricidade.

Veja também: [+] Aprenda tudo sobre o Prompt de Comando nos cursos a partir de R$29,90 na Udemy. Clique e Confira.

Utilizando uma célula solar, os químicos deram uma carga positiva a uma metade dos tijolos, e a outra metade, uma carga negativa e os conectaram com fita de cobre.

Isto transformou os tijolos em uma bateria capaz de armazenar energia que pode alimentar um dispositivo quando um interruptor é acionado.

Entretanto, para testar a bateria, os pesquisadores ligaram ao material uma luz de LED verde. Foram necessários três pares de tijolos para manter a luz acesa por dez minutos e com apenas uma recarga, .

Ainda de acordo com os pesquisadores, essas baterias teriam uma vida útil de dez mil cargas.

Capacidade das baterias

As baterias de tijolos podem ser recarregadas em cerca de 13 minutos e têm uma vida útil de cerca de 10.000 cargas.

Entretanto, os tijolos não podem armazenar muita energia.

Veja também: [+] Aprenda tudo sobre o Prompt de Comando nos cursos a partir de R$29,90 na Udemy. Clique e Confira.

Contudo, as baterias de tijolos também poderiam ser usadas para alimentar pequenos eletrônicos, como detectores de dióxido de carbono que não requerem muita energia.

O objetivo é que futuramente os tijolos possam ser integrados em casas com energia solar para permitir que eles armazenem energia, o que poderia ser útil durante tempestades ou eventos que ameacem o fornecimento de energia.


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *