Living Computers Museum: Conheça a História dos Computadores Apple. - Programadores Brasil
Curiosidades da Apple

Living Computers Museum: Conheça o incrível Museu que conta a história dos computadores Apple.

2 Minutos de Leitura
O Living Computer Museum possui coleção de computadores antigos da Apple desde 1960, e oferece sessões interativas para o público ver e usar os computadores.
O Living Computer Museum possui coleção de computadores antigos da Apple desde 1960, e oferece sessões interativas para o público ver e usar os computadores.
O Living Computer Museum possui coleção de computadores antigos da Apple desde 1960, e oferece sessões interativas para o público ver e usar os computadores.

O Living Computer é um museu de informática e tecnologia localizado em Washington, EUA. O museu reúne computadores antigos da Apple que oferecem sessões interativas, por meio de sistemas operacionais de compartilhamento de tempo ou interfaces de usuário único. 

Isso possibilita os usuários utilizarem os computadores on-line ou pessoalmente no museu. 

Veja também: [+] Compre seu Macbook Pro com super Desconto na Amazon

Living Computers Museum

O Living Computer Museum foi fundado por Paul G. Allen e atualmente funciona como uma instituição de caridade, sem fins lucrativos.

Entretanto, ao longo do tempo, o museu abriu sua coleção de computadores antigos para o público ver e usar.

Em 2016, ele foi ampliado e passou a utilizar o 1º andar com exposições de tecnologia atual, além de três laboratórios práticos de aprendizado de Ciências da Computação.

Logo depois, recebeu o nome Living Computers: Museum + Labs, e passou a mostrar computadores antigos, e oferecer sessões interativas.

Com isso, os visitantes podem realmente ter a experiência de usar os computadores no museu.

Veja também: [+] Compre seu Macbook Pro com super Desconto na Amazon

Além disso, o museu ainda possui uma área que permite experiências com tecnologias mais modernas, como carros autônomos, internet das coisas, big data e robótica.

O Living Computers Museum tem como objetivo fornecer uma experiência única e prática, com tecnologia de computador da década de 1960 até o momento atual. Além disso, preserva a história da computação com a maior coleção do mundo de supercomputadores, mainframes, minicomputadores e microcomputadores restaurados e utilizáveis.

Entretanto, em julho, o museu foi fechado devido à pandemia do novo Coronavírus (COVID-19).

Veja também: [+] Compre seu Macbook Pro com super Desconto na Amazon

Fotos do Living Computers Museum

O desenvolvedor de sistemas Júlio Madeira, relatou aos nossos colegas do site Macmagazine, sobre sua experiência no museu.
Para conferir a matéria completa, clique aqui.

Confira abaixo as foros tiradas por ele:

Fotos no Living Computers Museum. Reprodução: Júlio Madeira
Fotos no Living Computers Museum. Reprodução: Júlio Madeira

A foto acima é possível ver um terminal burro que acessa um MITS Altair rodando o Basic criado por Gates e Allen no dormitório deles, em Harvard.

Reprodução: Júlio Madeira
Reprodução: Júlio Madeira

Essa foto mostra um Apple I em um case de acrílico transparente, que possibilita programar no BASIC sem ponto flutuante – escrito à mão por Steve Wozniak. 

Reprodução: Júlio Madeira
Reprodução: Júlio Madeira

No museu também é possível encontrar um dos computadores vendidos Jobs por eles na década de 1980.

Xerox Palo Alto. Reprodução: Júlio Madeira
Xerox Palo Alto. Reprodução: Júlio Madeira

Acima, está a Xerox Palo Alto, equipamento que mostrou a Steve Jobs tecnologias como Ethernet, email, mouse e interface gráfica.

A visita ao museu é uma verdadeira viagem no tempo e ajuda a manter a memória de Paul Allen viva e ao alcance de todos.

Com informações Macmagazine.


Siga o Programadores Brasil no Google Notícias e Receba Notícias de Tecnologia -> CLIQUE AQUI e Confira.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *