Anvisa proíbe seus funcionários de usarem aplicativo Zoom
Videoconferência

Anvisa proíbe seus funcionários de usarem aplicativo Zoom

2 Minutos de Leitura
Anvisa bloqueia o "Zoom", aplicativo de videoconferência

A Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária) proibiu o uso por seus funcionários do aplicativo Zoom. Após diversas falhas de segurança encontradas no aplicativo, a agência tomou esta decisão de banir um dos mais famosos aplicativos de vídeo conferência.

Segundo o órgão, o motivo do bloqueio do aplicativo Zoom foi a identificação de “possíveis falhas graves de segurança da ferramenta”. O órgão publicou nota na tarde desta segunda-feira, 6. Confira abaixo.

Anvisa emite nota comunicando sobre bloqueio do Aplicativo Zoom

Preocupação com a segurança

De acordo com a Anvisa, sua área tecnologia da informação (TI) “participa de diversos sites especializados em segurança, com especialistas do mundo todo e de diversas especialidades, a fim de se manter atualizada sobre os principais acontecimentos da área de segurança e sobre os alertas de vulnerabilidade em ferramentas largamente utilizadas”.

Nesses ambientes, foram apontadas vulnerabilidades da plataforma de vídeo. Segundo a Anvisa, quando essas deficiências são exploradas por hackers, “permitem o acesso não autorizado à câmera e ao microfone, viabilizando o roubo das credenciais dos usuários e de informações trocadas nas reuniões”. Ainda de acordo com a Anvisa, a própria Zoom teria reconhecido os problemas.

Anvisa aguarda correções no aplicativo Zoom

Com medida adotada, a agência diz aguardar as correções do aplicativo Zoom para poder “reavaliar o seu posicionamento”. Entre os motivos, além das próprias falhas encontradas, está a existência de uma ferramenta desenvolvida pela Anvisa para essa mesma finalidade de videoconferência.

“Com o aumento de servidores em trabalho remoto, o nível de segurança da Anvisa teve de ser elevado ao nível máximo e a área de TI está monitorando os acessos remotos e aprimorando as ações de segurança, já que a Agência possui muitos dados restritos que são acessados por seus servidores”, informou a Anvisa.

[+] Saiba como excluir sua conta no Zoom Meetings. Confira o passo a passo

Aplicativo Zoom reconhece falhas

Eric Yuan, CEO do aplicativo Zoom
Eric Yuan, CEO do Zoom.

O CEO da Zoom já se posicionou pedindo desculpas publicamente e se comprometendo em arrumar as coisas. A empresa inclusive congelou o lançamento de novas features por 90 dias para se concentrar apenas nisso.

A empresa vem buscando lançar patches corrigindo falhas de segurança constantemente. No último dia 02/04/2020, foi lançada uma atualização do software com “fixed installer issue” (aparenta ser uma correção à maior vulnerabilidade do produto, que era o comportamento de seu instalador no MacOS).

Histórico de falhas de segurança

Na última quinta-feira (2), o jornal The New York Times afirmou que um recurso de mineração de dados na plataforma permitia que participantes das vídeo chamadas acessassem dados do perfil de LinkedIn de outros usuários de maneira oculta.

Reportagem do The Intercept também disse, em 31 de março, que os vídeos do Zoom não são criptografados de ponta a ponta entre os participantes de uma vídeoconferência, e que a empresa pode visualizar as sessões.

Antes, em 30 de março, o escritório do FBI em Boston emitiu um aviso sobre o aplicativo Zoom que dizia aos usuários para não tornar públicas as reuniões na plataforma e não compartilhar links amplamente.

O alerta foi dado depois que o órgão americano recebeu dois relatos de indivíduos não identificados invadindo aulas digitais de escolas, um fenômeno conhecido como “zoombombing”.

[+] Investindo na tradução em tempo real de videoconferências, Zoom adquire startup alemã que vai auxiliar na implementação do novo recurso. Entenda


Receba as Vagas TI e Notícias de Tecnologia em seu Celular

Siga o Programadores Brasil no Google Notícias (CLIQUE AQUI) para receber Vagas de Ti e Notícias de Tecnologia em seu Celular.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Últimas Notícias