Facebook paga multa milionária e encerra escândalo de privacidade no Reino Unido - Programadores Brasil
Facebook

Facebook paga multa milionária e encerra escândalo de privacidade no Reino Unido

1 Mins read

O Facebook concordou em pagar uma multa de 500.000 libras (cerca de dois milhões e meio reais) para encerrar uma investigação de privacidade no Reino Unido após o escândalo da Cambridge Analytica (leia mais abaixo). A rede social norte-americana, portanto, encerrou o caso caso sem assumir o caso.

[+] Orys abre oportunidades para profissionais de TI com inglês avançado para atuar em vagas gerais e como consultor de integração de dados. Saiba mais

“Temos o prazer de ouvir que o Facebook tomou e continuará a tomar medidas significativas para cumprir os princípios fundamentais de proteção de dados”, disse James Dipple-Johnstone, vice-comissário do Gabinete do Comissário de Informação do Reino Unido.

 “Com esse forte compromisso de proteger as informações pessoais e a privacidade das pessoas, esperamos que o Facebook seja capaz de avançar e aprender com os eventos deste caso”, concluiu Johnstone. 

A rede social respondeu afirmando que é “uma prioridade que a empresa continue a criar novos controles para ajudar as pessoas a proteger e gerenciar suas informações dos usuários”. 

O caso

Em 2015, o Facebook cedeu dados sigilosos  de quase 90 milhões de usuários da rede social para a empresa de consultoria Strategic Communication Laboratories (SCL) e sua empresa de análise política de dados, a Cambridge Analytica. Esta pegou os dados e os utilizou de forma política para tentar influenciar os resultados do Brexit e da eleição americana do ano seguinte. No ano passado, a empresa foi suspensa pela rede social de Mark Zuckerberg. 

[+] Vagas abertas para profissionais de tecnologia em diversas empresas e startups. Confira

Um professor de psicologia desenvolveu um aplicativo que faz um teste de personalidade do usuário. Este precisa ter acesso ao perfil do usuário no Face.

A questão é que os dados coletados não foram para o professor, e sim para a empresa. Estima-se que pelo menos 440 mil brasileiros tiveram informações vazadas. A Cambridge Analytica  usou as informações para direcionar anúncios no Facebook.  

Além disso, outras 270 mil pessoas baixaram o aplicativo e aceitaram informar os dados. O problema é que os dados foram transferidos ilegalmente para a empresa. Os dados incluíam detalhes sobre a identidade das pessoas – como nome, profissão, local de moradia – seus gostos e hábitos e sua rede de contatos. 

[+] Orys abre oportunidades para profissionais de TI com inglês avançado para atuar em vagas gerais e como consultor de integração de dados. Saiba mais


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue Lendo

Para evitar Fake News, Facebook testa ferramenta que verifica se você leu um artigo antes de compartilhar. Entenda

Facebook pretende lançar recursos de áudio na rede social, incluindo postagens no feed, versão do Clubhouse e integração com podcasts. Entenda

Facebook pode lançar nova rede social de paquera por videoconferência. Confira

Pesquisa revela que algoritmos do Facebook podem estar violando as leis antidiscriminação dos Estados Unidos. Entenda

Facebook anuncia projeto que treinará algoritmos de Inteligência Artificial (IA) em vídeos compartilhados por usuários. Entenda

Escritórios do Facebook vão reabrir após 1 ano de Home Office. Entenda

Facebook desenvolve app de reintegração digital para ex-presidiários, mas ainda está em fase de testes. Saiba mais

Facebook libera uso de token físico de segurança que substitui apps e mensagens de autenticação em duas etapas para smartphones. Saiba como usar

Facebook toma medidas drásticas para combater desinformação e discurso de ódio em Grupos da rede social. Entenda

Atualização do Avatar no Facebook ganha expressões brasileiras. Veja